Google+

120 DIAS SEM PATRÍCIA AMORIM

Por em maio 8, 2013

foto 1-2O ano de 2012 iniciou com uma certeza! A certeza de que as coisas no Reino da Gávea estavam indo de mal a pior. Contrariando as firmes declarações da então vereadora e mandatária do Flamengo, aquela do parquinho, Thiago Neves não era mais atleta do clube. Preferiu trocar a magnética pela duvidosa torcida tricolor do laranjal. Isso foi só o prenúncio do que ainda estava por vir. Mas para não alongar esse texto com esse passado desagradável, basta dizer que no primeiro semestre de 2012 fomos eliminados da Libertadores de forma vexatória ainda na primeira fase, tivemos a loja oficial saqueada pelo A$$i$, e em seguida Ronaldinho Gaúcho vazou através da justiça dando um possível prejú de 40 milhões de dinheiros. E o mico da resposta dos então dirigentes parlapatões com o “estamos preparando um tiro de canhão“? Todo mundo naquela gestão era bom de bunda… mas ninguém sabia mexer!

O momento era tão ruim, que até o Marcos Braz passou a ser modinha nas redes sociais e já era apontado por alguns como possível salvação da lavoura Rubro Negra. Valha-me Deus! Tempos difíceis de um ano inteiro sem patrocinador master, e estampando na manga do então maltratado Manto Sagrado um patrocínio caracu do BMG, outro advindo de um acordo judicial com a Cosan, e por fim, o da Triunfo Logística, esse, graças ao rubronegrismo de um benemérito apaixonado pelo Clube. Luta para fugir do rebaixamento, envolvimento de dirigentes com torcida organizada envolvida em crime de homicídio… Ufa… O ultimo ano foi trampolim eleitoral dentro da instituição movida pela maior torcida do mundo. Tentaram subestimar nossa inteligência a qualquer custo… só não imaginavam que poderiam despertar a massa, e a resposta veio, porque descemos das arquibancadas e mostramos que o maior patrimônio Rubro Negro zela, acima de qualquer coisa, pela história de ídolos responsáveis por angariar este número de torcedores. Rubro Negro não tem torcida, tem Nação!

foto 2-1E como em todo pesadelo, graças a Zico, tem uma hora que a gente acorda. O Flamengo acordou. A Nação acordou e ajudou a abrir os olhos dos associados que vazou com a corja da Gávea! As urnas ganharam voz!  TREMENDA GOLEADA! Alvíssaras! Bons ventos voltaram a soprar! Enfim, a calhordice perpetrada contra nosso ídolo maior foi vingada! Prova disso foi o boom de novos associados. Nada mais, nada menos que 1.667 novas cabeças desde o dia 03/12/2012 até a data do fechamento desse texto, segundo informações do Rafael Strauch, Vice Presidente de Secretaria do Flamengo.

Janeiro enfim chegou. Nova administração. Novas cabeças pensantes. Prenúncio de profissionalismo. Equipes se formando em cada departamento, e esqueletos sendo descobertos a cada armário aberto na Gávea. Alguns cortes necessários, fim do cabide de emprego e do nepotismo que até então era praxe nas administrações anteriores. Austeridade é a palavra de ordem! Mudança de postura dentro e fora do clube. Torcedores conscientes de que não somos apenas a 12ª camisa em campo, e não estamos limitados às arquibas. Sim, passamos a poder muito mais! Não apenas motivamos um time a fazer gol. Também somos responsáveis por toda e qualquer mudança positiva dentro do Clube de Regatas do Flamengo. Nos cabe o papel de vigiar para garantir que o melhor aconteça dentro do Maior, porque agora entendemos que podemos entrar em campo e mudar a história.

Acompanhar a rescisão de contrato de jogadores que apenas oneravam nossos cofres e em campo não faziam a diferença foi ponto positivo nesta nova filosofia implementada na diretoria de futebol, valorizando de forma consciente, adequando salários e indo apenas ao limite onde nossas mãos podem alcançar. O resgate da credibilidade será uma constante, a partir da manutenção da transparência com a torcida, que hoje está mais vigilante e participativa em todos os âmbitos da instituição. Estamos de mãos dadas, para aplaudir e cobrar.

foto 4-1Passamos a ter orgulho de poder dizer: Sim! Eu tenho CND! SIM! Eu tenho o manto mais valioso da América Latina!

Mas nada disso terá valor se não cuidarmos principalmente do pilar fomentador de todo este movimento, do esporte que é paixão mundial, e multiplicador de torcedores, aquele que é responsável por arrastar uma multidão e fazer qualquer gigante se render às lagrimas: o Futebol. É dentro das quatro linhas que depositamos todas as novas expectativas. É ali que nos tornamos os maiores, os melhores. Ali é a cartola do mágico que faz qualquer marmanjo perder a linha diante dos heróis que vestiram nossa camisa e são os responsáveis pelas maiores alegrias do planeta.

O Rubro Negro está carente de ídolos, de identidade, de Zicos, Juniors e Leandros. Temos um grito preso na garganta! Queremos aqueles caras em que nossas crianças queiram mirar.

foto 5-1Hoje voltamos a crer que com essa equipe de profissionais competentes, trabalhando bem as parcerias, realizando um bom planejamento e utilizando de muita criatividade, certamente em breve poderemos gritar o nome de nossos (novos) craques em um Maracanã lotado.

Só saberá o que é sentir a vanglória de ser Rubro Negro, aquele que foi predestinado em ser vencedor!

0 Comments

  1. francisco santos

    8 de maio de 2013 at 17:42

    excelente comentario…vamos flamengo… pq o nome do nbosso mengao e mais valioso do que os poços de petroleo da petrobraz….rsrsrsr…

  2. Marcus Custodio

    9 de maio de 2013 at 09:31

    Com a nossa FORÇA, NAÇÃO, MANTO, HISTÓRIA, MARCA, ÍDOLOS… NÃO PRECISAMOS CAIR, PRA DAÍ SIM, TOMARMOS UMA ATITUDE! A HORA É AGORA! VAMOS COLOCAR O MAIS QUERIDO DO MUNDO, NO TOPO DELE! E PONTO FINAL.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.