NA WEB
    Google+

    “BOTAFOGO, NÓS GOSTAMOS DE VO-SEIS”*

    100 anos de freguesia

    Por em maio 12, 2013

    O ano, 1913. O dia, 13 de maio. No estádio de General Severiano, Flamengo e Botafogo se enfrentaram pela primeira vez numa partida de futebol. A cachorrada fedorenta levou a melhor, e o Flamengo só conseguiria sua primeira vitória dois anos depois, em 1915. Desde esse primeiro confronto, foram 107 vitórias contra 92 do monocromático, em 297 partidas disputadas. Nada mais nada menos que 462 gritos de gol em cima do alvinegro. Foram cinco decisões de Campeonato Carioca (1962, 1989, 2007, 2008 e 2009) e uma do Brasileiro (1992).

    Num clássico de tamanha rivalidade e de várias histórias, cada torcedor do Flamengo deve ter o seu preferido, seja lá por que motivo for.

    foto 1-4Tenho 39 anos. Não vi o Flamengo de Dida, Zizinho, Zagallo, Jordan, Valido, Evaristo e tantos outros que certamente deram muitas alegrias ao meu falecido pai. Sou da geração Zico, Junior, Leandro, Andrade, Adílio, Raul, Mozer, Rondineli, Nunes… e meu Flamengo x Botafogo preferido só poderia ser aquele do dia 08 de Novembro de 1981, que tive o prazer e a honra de presenciar no alto dos meus 7 anos de idade. Sim, eu lembro. Lembro como se fosse ontem. Lembro da euforia da massa e das lágrimas de felicidade do meu pai.

    O Flamengo chamava a atenção pela troca de posições de seus jogadores. Lico e Tita se revezavam pelos lados, os laterais avançavam pelo campo todo, Adilio jogava pela esquerda e Zico tinha fôlego para ajudar a defesa. E aos 7 minutos, numa jogada que comecou com Lico pela direita, Adilio cruza perfeito na cabeça de Nunes que fez o primeiro gol da partida.

    imageFB27 do primeiro tempo, Adilio ataca pela esquerda, Zico chuta da entrada da meia lua, a bola rebate no zagueiro Jorge Luiz, e volta pra ele, que com o joelho direito da um toque para o pé esquerdo e bate cruzado fazendo o segundo. Golaço !

    O clima já era de matar a partida ainda no primeiro tempo, e aos 33 minutos, a bola rolava fácil quando Junior passou pra Zico, que passou pra Nunes que tocou pra Lico que chutou para o terceiro gol. Delírio da galera que passava a pedir 6 x 0. O alvinegro mal vestido já esperava pelo pior.

    39 minutos. Falta pela esquerda do gol de Paulo Sérgio. Zico cobrou na cabeça de Adílio que marcou o quarto. “Queremos seis ! Queremos seis !” Gritava a torcida do Mengão, ávida pela vingança ! Seria a resposta àquela goleada em 1972, com a qual meu pai nunca tinha se conformado.
    foto 4-2
    Veio o segundo tempo e o Flamengo voava em campo. O time inteiro se empenhava para fazer a alegria da massa que pedia seis. A superioridade era tão grande que aos 17 minutos o Flamengo já poderia ter marcado mais dois gols através de Lico e Zico.

    29 minutos, Zico toca para Adilio que invade a área pela esquerda e é derrubado por Rocha. Pênalti para o Flamengo. Gol ! Zico bate à esquerda do goleiro e a bola entra lindamente lambendo a rede ! 5 x 0 para o Rubro Negro ! E a galera ensandecida pedindo o sexto !

    Agora era tudo ou nada. A massa, o time, a Nação queria o sexto gol. Tremenda pressão no Maraca. Aquele sexto gol tinha que sair de qualquer maneira. Era uma questão de tempo…

    Sim. O Flamengo chegou a levar dois sustos enquanto o placar insistia em permanecer 5×0. Primeiro, Mirandinha, que fez um carnaval dentro da área, chegando a passar pelo falecido Figueiredo, depois, Jairzinho, que chutou cruzado para uma bela defesa do Raul.

    foto 5-241:30… Que troca de passes de primeira ! Que entrosamento ! Dava gosto de ver. Andrade para Adilio. Adilio para Lico. Lico para Andrade, e Andrade de novo para Adilio que cruza. Corte da zaga para fora da area… que puta ironia do destino… a bola foi parar nos pés do camisa 6 daquela antológica geração de campeões. Andrade de fora da área ! Pegou na veia ! Indefensavel ! Gol ! Sexto gol ! Vingança ! Nirvana, delírio, catarse nas arquibancadas do então maior estádio do mundo ! Acabou ! Quase 9 anos depois, pudemos gritar: Enfiem a faixinha de provocação em vossos rabos, cachorrada !

    foto 2-3Naquele dia, 6 era melhor que 7 ! Bastava esperar o tempo passar e aguardar o apito final. E foi isso que aconteceu. Sem dúvida, nesse dia 8 de novembro de 1981, a torcida do Flamengo entrou em campo e jogou através dos pés dos nossos craques. 35 dias depois fomos para Tóquio meter 3 no Liverpool e gritar: É CAMPEÃO !

    No dia em que o clássico Flamengo e Botafogo completa 100 anos eu afirmo sem medo de ser feliz: aqueles 6 x 0 do dia 08 de Novembro de 1981 foi o jogo mais foda desse confronto.

    Que venham mais 100 anos com o Mengão sempre levando a melhor !

     

    Ficha Técnica

    8 de Novembro de 1981 – Maracanã

    Flamengo 6 x 0 Botafogo

    Juiz: Édson Alcântara do Amorim (MG)

    Renda: Cr$ 15.031.600

    Público: 69.051

    Gols: Nunes 7, Zico 27, Lico 33 e Adílio 40 do 1o. Zico (pênalti) 30 eAndrade 42 do 2o;

    Cartões Amarelos: Júnior e Perivaldo

    Flamengo: Raul, Leandro, Figueiredo, Mozer e Júnior; Andrade, Adílio eZico; Tita, Nunes e Lico. Técnico: Paulo César Carpegiani

    Botafogo: Paulo Sérgio, Perivaldo, Gaúcho, Osvaldo e Jorge Luiz; Rocha, Mendonça e Ademir Lobo; Édson (Jairzinho), Mirandinha e Ziza. Técnico: Paulinho de Almeida.

    [youtube=http://youtu.be/T73uC6P-raU]

    *Jornal dos Sports – 09.11.1981

    0 Comments

    1. Martha

      12 de maio de 2013 at 22:06

      Comovente texto. Estiver no jogo da vingança, na arquibancada lotada. Jamais esquecerei.

      • FRANCISCO QUEIROZ DA SILVA

        16 de maio de 2013 at 17:54

        Tambem estive lá!! Nunca eu vibrei tanto na minha vida!!! Fiquei 3 dias sem entender direito o que havia acontecido, nem o nascimento de minha filha me deixou mais louco do que aquele jogo!!!

    2. Martha

      12 de maio de 2013 at 22:06

      Comovente texto. Estiver no jogo da vingança, na arquibancada lotada. Jamais esquecerei.

      • FRANCISCO QUEIROZ DA SILVA

        16 de maio de 2013 at 17:54

        Tambem estive lá!! Nunca eu vibrei tanto na minha vida!!! Fiquei 3 dias sem entender direito o que havia acontecido, nem o nascimento de minha filha me deixou mais louco do que aquele jogo!!!

    3. Mauro Sant Anna

      12 de maio de 2013 at 22:08

      Easy is to remember! SRN

    4. Mauro Sant Anna

      12 de maio de 2013 at 22:08

      Easy is to remember! SRN

    5. Pablo dos Anjos (@PabloWSC)

      13 de maio de 2013 at 12:06

      Muito legal o texto! Uma aula de história rubro-negra. Que o Flamengo reencontre essa sintonia entre time e torcida e volte a ser o maior de todos. Abs

    6. FRANCISCO QUEIROZ DA SILVA

      16 de maio de 2013 at 18:01

      Tambem estive lá!! Nunca eu vibrei tanto na minha vida!!! Fiquei 3 dias sem entender direito o que havia acontecido, nem o nascimento de minha filha me deixou mais louco do que aquele jogo!!! Nem o título mundial me trouxe tanta alegria!! Parece loucura, mas só quem viveu aqueles anos vendo aquela maldita faixa de 6 X 0 lá no lado deles sabe o que estou falando. Por diversas vezes eu e mais uns 5 loucos da Raça, colocamos camisas normais e fomos lá do outro lado camuflados de botafoguenses e roubamos as faixas que nos doíam a alma. Nesse dia, por obra do destino alguma coisa me dizia que seria naquele dia eu fui de geral…..Quando Andrade ( Obrigado Andrade) marcou o sexto gol, me atirei no fosso da geral e ( pasmem!!!) tentei VOAR isso mesmo voar prá dentro do campo, eu fiquei saltando em um salto inútil uns 4 min. querendo invadir o campo e agradecer aquele gol….Eu vi isso, eu vivi isso…..Poderia morrer naquela tarde/noite que tudo já estaria bem!!!!!

    7. FRANCISCO QUEIROZ DA SILVA

      16 de maio de 2013 at 18:01

      Tambem estive lá!! Nunca eu vibrei tanto na minha vida!!! Fiquei 3 dias sem entender direito o que havia acontecido, nem o nascimento de minha filha me deixou mais louco do que aquele jogo!!! Nem o título mundial me trouxe tanta alegria!! Parece loucura, mas só quem viveu aqueles anos vendo aquela maldita faixa de 6 X 0 lá no lado deles sabe o que estou falando. Por diversas vezes eu e mais uns 5 loucos da Raça, colocamos camisas normais e fomos lá do outro lado camuflados de botafoguenses e roubamos as faixas que nos doíam a alma. Nesse dia, por obra do destino alguma coisa me dizia que seria naquele dia eu fui de geral…..Quando Andrade ( Obrigado Andrade) marcou o sexto gol, me atirei no fosso da geral e ( pasmem!!!) tentei VOAR isso mesmo voar prá dentro do campo, eu fiquei saltando em um salto inútil uns 4 min. querendo invadir o campo e agradecer aquele gol….Eu vi isso, eu vivi isso…..Poderia morrer naquela tarde/noite que tudo já estaria bem!!!!!

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.