NA WEB
    Google+

    ESTRATÉGIA – TEREMOS QUE CHAMAR O BOPE?

    Por em junho 7, 2013

    TROPA_ESTRATÉGIA

    Nascimento: “O conceito de estratégia, em grego strateegia, em latim strategi, em francês stratégie… Os senhores estão anotando?” TURNO: “Sim, senhor!” NASCIMENTO: “Vou pedir isso na prova. …em inglês strategy, em alemão strategie, em italiano strategia, em espanhol estrategia…” AUXILIAR: “Senhor coordenador! O senhor 05 está dormindo.” NASCIMENTO: “Oh, senhor 05!” 05 (MATHIAS): “Sim, senhor!” NASCIMENTO: “Tenha a bondade. [estrega a 05 uma granada e puxa o pino] Senhor 05, se o senhor deixar essa granada cair, o senhor vai explodir o turno inteiro. O senhor vai explodir os seus colegas, o senhor vai explodir os meus auxiliares, o senhor vai me explodir. O senhor vai dormir, senhor 05?” 05: “Nao, senhor!” NASCIMENTO: “Estamos todos confiando nosenhor. [retorna à cadeira e guarda o pino, deixando 05 segurando a granada] Eu vou retomar o raciocínio. O conceito de estratégia, em grego strateegia, em latim strategi, em francês…”

     

    Quando o ano de 2013 chegou, pensei: chega de falar de política! Vamos voltar as origens e falar daquilo que gostamos: FUTEBOL! Mas como falar de algo que não ta acontecendo? Fica um mais do mesmo sem fim. Não tem time, não tem entrosamento, não tem raça, não tem nada!!! Viramos corneteiro na marra! E olha que eu sempre fui tão foca…

    Diante destes fatos, o que acontece com o Rubro Negro? Discute política! Que saudade de passar na rua e ver rodinhas de torcedores discutindo. Ou no ônibus, na fila do banco… a gente sempre arrumava logo amizade pra poder debater a paixão nacional. Mas e agora? Eu chego no meu prédio e o segurança vascaíno me fala: e a direção do teu clube hein? Gente!!! Eu só queria o meu direito de falar do que rola dentro das quatro linhas, dar opinião, escolher um ídolo, xingar o juiz… Mas o foco definitivamente é outro!

    azulLá em agosto de 2012 quando a meteórica Chapa Azul surgiu, eu me vi diante de nomes conhecidos do mercado. Todo mundo vinha com o currículo a tiracolo endossando suas posições no business! Era um tal de diretor disso, ou vice daquilo, ou presidente máster pica foda!

    Na ocasião eu escrevi:

    “Não vejo meio de tangibilizar em tão pouco tempo uma mudança radical dentro de nosso Flamengo. Mudança de estatuto, por fim a conselhos, e outras reivindicações que ouvimos por aí, sabemos que só seria possível pondo fim a este Flamengo e começando tudo de novo. Não dá!” (…) “O que percebo é que torcedores, sócios e apaixonados pelo nosso Rubro Negro esperam uma mudança de atitude. Propostas consistentes. Muito se fala em profissionalização, mas não apresentam propostas que evidencie como isso pode ser implementado.”

    Tá ai… permaneço na duvida sobre as propostas e como estão sendo implementadas. Me bate a sensação de que as coisas são tratadas em uma esfera onde se envolvem poucos membros com poderes de decisão, e a coisa já vem formatada para apenas ser apresentada. Me parece faltar um estudo coletivo, principalmente de planejamento e riscos.

    Fotolia_22467567_XS-300x300Se tivéssemos dentro da entidade um gerenciamento de escopo, moldada à realidade do clube, criando um comitê de aprovação inerente a cada área da organização, seria possível acompanhar o desenvolvimento, as mudanças, sem que os papeis se confundissem. Hoje isso não é transparente para o colaborador, imaginem para a torcida!

    Criar um processo eficiente de comunicação interna fazendo com que cada funcionário conheça o racional por trás da implementação de determinados processos, torna mais  fácil remodelar a forma de trabalho. Ainda mais quando é possível tornar evidente que se está desburocratizando, e seguindo um processo que realmente ajuda no controle e acelera a produtividade. Não existe gerenciamento perfeito sem processos e planejamento.

    2012-508698946-2012040765760.jpg_20120407Ainda acho que as propostas estão muito subjetivas… quando precisam balizadas com a expectativa daquele que torce, e é o maior parceiro em potencial: a torcida. Se acreditam, e os números falam, que o Sócio Torcedor, pode ser a salvação da lavoura, que essa conquista seja feita com respeito. Ou quando vocês foram negociar com a Peugeot e Caixa vocês argumentaram: Parem de Reclamar e patrocinem o Flamengo!!! Se a torcida pode fazer a diferença aderindo ao Sócio Torcedor, tratem ao maior patrimônio com o devido respeito!

    estrategiaSe não estão preparados para criar uma campanha consistente para captação de novos parceiros (sócios), então direcionem o foco para onde ainda é possível despertar a vontade do torcedor: o futebol! É melhor reconhecer que a estratégia está equivocada e tentar mudar logo no inicio, de maneira preventiva, do que tentar atuar quando não tiver mais cura!

    Alinhar expectativa, com o que queremos de resultados e determinar uma meta factível. E não ficar no devaneio. Assim como Pau que dá em Chico dá em Francisco, também se aplica a esta direção de que a equipe é reflexo de sua gestão. Se no topo da pirâmide, as vaidades estiverem afloradas, teremos em campo aquele velho estrelismo que nunca levou o time a lugar algum. Arrumar a casa, com uma mudança total de cultura é exigir demais, até porque a necessidade de profissionais do meio do futebol, acostumados com a postura dos cartolas, que sempre tiram vantagem em tudo que negociam, sempre vai existir.

    ambiente-corporativo1O time que formou a chapa para entrar na Gávea, é composta por profissionais do mundo corporativo, e isso nos torna dependentes de pessoas oriundas do mundo do futebol, não obstante se nossa salvação estiver nas mãos do Pelaipe, apenas, podem contratar técnico até de Marte, que não vai dar jeito em nada… já está mais que comprovado que técnico que sofre ingerência externa, por política, ou para agradar agente de jogadores, morre na praia. E no saldo final quem sofre é a torcida.

    A visão corporativa de desenvolvimento que eles possuem, muitos outros no mercado corporativo podem apresentar. A diferença são os interesses finais. O que me motiva é a paixão pelo Flamengo. E a eles?

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.