Google+

DESISTIR JAMAIS!

Por em agosto 4, 2013

reclamacao-flamengo_bahia-edsonruiz-aeQuando comecei a pensar sobre essa coluna, na última quinta-feira, ainda estava de ressaca com a péssima apresentação do Mengão diante do Bahia. O time foi muito mal. O Felipe não passa confiança, o Léo Moura não consegue mais chegar ao fundo, o meio-campo ficou desprotegido sem um primeiro volante e as esperanças de vermos grandes atuações de Adryan, Carlos Eduardo e Paulinho forma por água abaixo.

Mas, aqui é Flamengo! A ressaca já acabou e, como parece que não teremos grandes contratações, o negócio é torcer muito por quem está vestindo o Manto e nos representando. Sei que não pode servir como desculpa, mas como eu já disse em outras colunas, já torcemos por times piores.

Lembro do dia que viajei com minha esposa (na época, namorada) para Penedo, no intuito de pedi-la em casamento. O Flamengo jogaria em Volta Redonda (que, pra quem não conhece, fica no caminho entre o Rio e Penedo) e, é claro, tinha segundas intenções para a data. Que mulher, depois de ser pedida em casamento no sábado, negaria ir ao estádio no domingo com o seu noivo?

fla2004Naquele domingo, o Flamengo jogou com o Atlético Paranaense e vencemos por 3 a 0. O meio campo daquele dia tinha Da Silva e Douglas Silva na marcação. O ataque era formado por Jean e Negreiros. Nossos laterais eram Reginaldo Araujo e Roger. E no meio ainda entrava um tal de Juliano, para “criar” as jogadas de ataque. É ou não é pior que o que temos agora? E lá estava eu, recém-noivo, com minha mulher e amigos, vibrando por um gol de Negreiros.

Uso esse exemplo para lembrar que já foi pior. Mas passa. O Flamengo vai se recuperar, vai sair dessa. Sei que ainda temos muitos problemas no clube. Muitas falhas ainda acontecem e irão acontecer. Mas eu quero me sentir orgulhoso por estar na arquibancada e poder, mesmo com uma parcela pequena, contribuir com o meu clube de coração. Com o meu grito, minha energia, com minha torcida. Vamos, Flamengo!

2 Comments

  1. Jorge Antonio Coutinho Ferreira - 64

    4 de agosto de 2013 at 11:00

    Pois é Felipe. Vale muito o seu incentivo em querer sempre nosso MENGO nas ‘cabeças’. No particular, gostaria de ter oportunidade para me dirigir ao atual elenco. Acredito que eles estejam precisando de “MOTIVAÇÃO”. Quando falo de ‘motivação’, é bastante amplo, inclusive ‘uns esporros’. Acontece que a Direção não pensa nisso e acha que um ‘novo contratado’, um ‘novo tecnico’ e etc. pode motivar o elenco. Acredito que não! É preciso um dialogo direto com cada jogador, um ‘cara a cara’, umas palavras que realmente BALANCEM A ESTRUTURA EMOCIONAL deles. Creio que uma hora por dia, antes dos treinos, seriam suficientes para isso, a começar pelo tape do jogo anterior, mostrando a cada jogador o que eles fizeram (certe e errado). Dizer para eles que o SUCESSO deles, dependem basicamente ‘deles proprios’, e que em sendo a vida curta de um jogador (cerca de 10 a 15 anos), o FUTURO está intimamente ligado/associado/dependente do PRESENTE. Eu só queria uma oportunidade, umazinha só, para desenvolver esse trabalho de MOTIVAÇÃO e ARRUMAÇÃO EMOCIONAL de cada um. Os meus 64 anos e coração RN me credenciam para isso.

  2. Emerson Franca

    4 de agosto de 2013 at 11:04

    Esse é o espírito da coisa! Parabéns!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.