NA WEB
    Google+

    JUSTIFICANDO O INJUSTIFICÁVEL

    Por em agosto 7, 2013

    comunicadoingressosflalusaHoje acordei às 7h, tomei meu religioso café preto e abro meus e-mails quando vejo um misterioso correio eletrônico intitulado apenas “Valor Ingressos” (minha saudosa professora de português Dona Rose certamente teria um surto já pelo título) enviado pela conta oficial do Flamengo.

    O amigo leitor que cursou o ensino fundamental não só notará o péssimo domínio de nossa língua oficial neste “Comunicado” como notará certamente também o péssimo domínio da Razão e da coerência ao justificar o injustificável.

    Por não concordar ainda com o projeto do Nação Rubro Negra, não me tornei Sócio Torcedor, e por não concordar com a corrupção e o mau-caratismo que fazem parte integral de nossa cultura (sugiro leitura do ótimo Raízes do Brasil do mestre Sérgio Buarque de Holanda ao definir o Homem Cordial), não possuo carteirinha de estudante falsificada. Diante desses dois fatos, esse comunicado deixa bem claro: Eu e quem mais estiver na mesma situação tem mais que se foder mesmo.

    É claro que a questão não é tão simples quanto o nobre Comunicado nos leva a crer. O problema das meias-entradas é real e não é a nova Lei Geral da Meia-Entrada que vai resolver a equação para que tanto o consumir, quanto o empresário, saiam satisfeitos de um evento.

    celf2O rubro negro mais ponderado vai me dizer que o Flamengo não faz nada diferente de um organizador de espetáculos que dobra o preço do seu ingresso inteiro para compensar a maioria das meias-entradas, mas o Flamengo com isso entra em território muito perigoso por dois motivos:

    1) Justifica o injustificável – Se todos roubam porque não roubar? Você concorda com isso e pratica esses valores no dia a dia?

    2) Futebol não é teatro! – O Flamengo tem R$ 750 milhões em dívidas e precisa de dinheiro, é verdade. É justo colocar essa conta toda nas costas da torcida? Jogar em “casa” só faz sentido numa partida de futebol se o time de fato se sentir em casa. O Flamengo se sente em casa sem boa parcela de sua torcida nas arquibancadas?

    O Flamengo não pode e nem deve pagar pra jogar como acontecia no passado, mas a diretoria que possui pessoas muito mais que capacitadas para administração, pode e deve achar uma solução secundária para abrigar todos. Seja num estádio próprio, seja num acordo melhor com os Consórcios/Estado, seja com uma maior fiscalização de quem realmente entra nos estádios.

    ZippedMouthPosso estar fantasiando de querer achar que o Flamengo tome a frente de um processo difícil, mas totalmente necessário. Muito do meu Flamenguismo se deu pelos jogos que consegui assistir nas arquibancadas do Maraca. Gostaria muito que filhos e netos meus (e dos outros) tenham essa mesma possibilidade e não sejam apenas torcedores de sofá.

    Quanto ao comunicado… já dizia meu avô que quando não há nada bom a se falar, é melhor ficar quieto.

    4 Comments

    1. VARNEYJOSE

      7 de agosto de 2013 at 13:55

      Encontrei no texto uma identificação fundamental a todo torcedor rubronegro: “NÃO QUERO QUE MEUS NETOS SEJAM TORCEDORES DE SOFÁ !!”…
      E como tambem são apaixonados torcedores do FLAMENGO, por óbvio, tenho certeza estarão acompanhando a MAGNÉTICA onde ela estiver !!
      Nesse sentido resolvi agir como facilitador, e na qualidade de avô babão assumido, patrocinei a eles a entrada no programa ST.
      Tenho convicção que agi bem !! e sem conhecimento dos caminhos políticos internos no clube e compromissado apenas com a alegria de ser FLAMENGO, acho o projeto vencedor, e capaz de levantar a arrecadação dos jogos arruinadas pelas formas de marketing de ingressos antes usadas e que não deram certo…

      • Jorge Antonio Coutinho Ferreira - 64

        7 de agosto de 2013 at 15:20

        Concordo, Varney, em genero, numero e grau. Apenas, ressalto que do montante arrecadado com a nossa torcida (rendas dos jogos), menos de 50% é de pertencer ao Flamengo, ou seja, NÓS RNs ESTAMOS ENGORDANDO OS BOLSOS DOS DIRIGENTES DE ESTADIOS, CONSORCIOS, ETC. ETC. ETC. Acredito que no programa ST isso não acontece. Ou acontece?

    2. Anderson

      7 de agosto de 2013 at 15:17

      Desculpe, mas o que deve regular o preço dos ingressos é o mercado, enquanto houver público para estes valores o Flamengo tem obrigação de pratica-los. Quanto as meias – entradas o Flamengo não pode se responsabilizar pela cultura do brasileiro de querer levar vantagem em tudo, infelizmente o honesto pagará( se quiser).

    3. Eduardo Vinicius de Souza

      8 de agosto de 2013 at 08:28

      Foi muito engraçado ler sua crítica aos que redigiram a nota oficial do Flamengo, pelo mau domínio da nossa Língua, e verificar que o seu texto demonstra que você tem a mesma deficiência… Muito engraçado!

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.