Google+

A NATA RUBRO NEGRA

Por em agosto 9, 2013

Flamengo-Portuguesa-Foto-Adalberto-MarquesAGIF_LANIMA20130807_0214_25E o Flamengo-DF mais uma vez jogou em “casa”. Por sinal, ainda nem entendo o motivo pelo qual o nosso Clube Nacional que se sente em casa em qualquer estádio do Brasil tem um desempenho tão ruim em “casa”. Nem desconfio, na verdade. Talvez, mas acho muito difícil, seja pelo fato de nós não jogarmos em casa. Das três vitórias que temos, só uma foi em “casa”. As outras duas, contra Criciúma e Vasco, foram com mando de campo rival. Dos 14 pontinhos que temos, só 6 foram em nossos (???????????) domínios.

Falando sério agora: o time é ruim? Sem dúvida. Mas a ponto de perder pra Ponte, Náutico e Portuguesa em casa? Não. Os pontinhos que farão falta lá na frente e que podem decidir uma vaga na Libertadores ou (Deus me livre e guarde) a permanência na elite estão sendo trocados por uns trocadinhos e por um papel que diz que o Flamengo não deve nada pra ninguém. Mais uma vez a visão de longo prazo vai pro saco em detrimento de pagar o jantar dos jogadores. Porque, pelo desespero por conseguir dinheiro, até isso deve estar difícil…

trem-mengaoE nisso mais uma vez quem sofre é você, torcedor. Você, que não faz parte da ínfima minoria que mora em Brasília. Você sofre porque a qualidade, que já é discutível, cai mais ainda pela ausência de referência local para a equipe e de pressão na cabeça para o rival. Se você é carioca, sofre mais ainda porque poderia estar ajudando muito mais, do jeito que só você sabe fazer, pelos anos e anos de experiência na matéria (não adianta tentarem me matar de novo, isso é fato).

Eu sou egoísta, odioso e estou pensando só em mim? Sim. Mas já estou acostumado a essa rotina insana. Sair correndo do trabalho pro aeroporto e dormir em suas aconchegantes dependências é fichinha. Passar boa parte do dia catando promoção de passagem aérea pra minimizar o preju também é mole. A única diferença esse ano é que não tem a “folga” de jogar no Rio. Beleza, não vou reclamar. Despesas em dobro? Problema meu que amo demais o Flamengo e não tenho capacidade de ver jogo em casa.

Mas não curto desrespeito e incompetência. E depois de conseguir a façanha de estar às 17:30 em meu trabalho, na região metropolitana do Rio, e menos de quatro horas depois estar na porta do estádio, acho um absurdo ter que ficar em uma fila para trocar meu ingresso que comprei pela internet. Melhor, acho dois absurdos. O primeiro é de gestão: tenho cartão ingresso há dois meses. Por quê, se ele não funciona e nem dá indícios de que vá funcionar? Afinal de contas, o Flamengo já joga em Brasília desde que perdemos a propriedade do nosso Clube para a Chapa Azul. 2013-05-26_13-40-24_694Então, qual a dificuldade de colocar catracas adequadas por lá? E aqui no Maracanã, com acordo firmado até o fim do ano? Qual o problema? O segundo absurdo é de organização. Duas vans que faziam as vezes de bilheteria do super moderno estádio, já que as suas não podem funcionar sei lá por quê, eram o caminho para a troca. Cada uma tinha dois guichês. A parte mais legal era a questão da prioridade. A grande maioria das pessoas ali estavam para trocar seus ingressos. Mesmo assim, os gênios que geriam o sistema premiaram o Sócio Torcedor com uma fila exclusiva e única para retirar seus ingressos. E os demais torcedores, menos da metade desse pessoal, ficou com três filas. Resultado: após 30 minutos de espera, consegui trocar meu ingresso. Enquanto isso, os não-sócios, que segundo estudos malucos, são minoria por lá, não demoravam nem 5 minutos para comprar os seus. Com essa pérola da competência, mais uma vez a Chapa Azul comprova que não há vantagem nenhuma em ser Sócio Torcedor.

Tá bom… vou parar de reclamar. Afinal de contas, agora vou entrar em um estádio lotado de rubro-negros apaixonados! Afinal de contas, por aqui o poder aquisitivo é alto e 120 reais não faz falta pra ninguém. Por aqui, o pessoal não se importa se o time vai mal ou vai bem, vem e apóia. Por aqui, não importa se o jogo é quarta-feira às 21:00, o que vale é que é Flamengo…

brasiliaIh, o que houve? Estádio vazio? Será que não avisaram ao candango? Maldita comunicação que não funciona… Afinal de contas, fui convencido pela genial Chapa Azul que os rubro-negros daqui são os melhores que existem. Se não vieram, é porque não sabiam.

E o Flamengo tomou um gol de goleiro aos 48 do segundo tempo. Que chato, né? Ainda bem que quem é rubro-negro de verdade como os daqui não vão se importar com isso e irão apoiar incondicionalmente no próximo jogo! Graças a Deus! Mas estou ouvindo gente aqui fora dizendo que nunca mais vai vir a um jogo do Flamengo, gente que diz que vai cancelar o título de Sócio-Torcedor. Estranho… devem ser de fora.

Afinal de contas, aqui está a nata Rubro-Negra!

Que venha o Fla-Flu, onde a torcida não vai ser tão boa quanto a de Brasília, mas dá pro gasto…

3 Comments

  1. Gustavo Berocan (@RubruNegru)

    10 de agosto de 2013 at 13:47

    Salve Julio. Segue meu post sobre o assunto. SRN!

    http://wp.me/p2n8VE-A2

  2. Rodolfo Zozo

    10 de agosto de 2013 at 16:02

    Meu caro Julio, acho q mais uma vez vc está batendo na tecla e nas questões erradas. Respeito sua opinião mas há questões ainda maiores entorno dessa situação, como todos sabem.
    SRN

  3. Anderson

    10 de agosto de 2013 at 19:59

    Duvido que um Flamengo e Portuguesa no Rio tivesse mais publico, vamos ver no Fla flu se o publico vai ser condizente com o jogo. Medidas duras e necessárias nem sempre sao apoiadas.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.