NA WEB
    Google+

    MINHA OFERTA E MEU TRIBUTO

    Até 2015, Vasco

    Por em dezembro 10, 2013

    torcedor-do-vasco-lamenta-o-resultado-que-faz-do-vasco-o-vice-campeao-brasileiro-de-2011-1323034835580_615x300Diante do passado recente sujo e vergonhoso do Fluminense no que diz respeito ao assunto rebaixamento, só me resta falar (ou calar) sobre o Vasco. Confesso que estou meio constrangido de falar com meus muitos e queridos amigos cruzmaltinos. Segundo rebaixamento em cinco anos para um clube de tal porte, o único outro grande do Rio, é acontecimento deveras preocupante e sintoma de males até maiores e mais graves que a própria queda em si.

    Se sorri no Domingo diante da TV com a goleada? Não me envergonho de admitir que sim, apesar de chocado com as imagens da barbárie (mais uma dentre tantas) promovida por umas poucas dezenas de imbecis.

    É que não tem jeito. E sei que alguns dos meus queridos desafetos do lado de lá vão ler esse texto. E para meus amados rubro-negros do lado de cá, é bom que saibam que sou respeitado, muito bem tratado e admirado por muitos dos torcedores rivais.

    Como ia dizendo, não tinha como não rir da situação de ver o Vasco rebaixado. Não foi a gargalhada sádica e banhada de ódio não. Foi a pura e do bom humor. Assim… Sabe aquela vizinha gostosa que você admira muito? Se ela for assaltada e chegar ao seu prédio peladona? Óbvio que você vai lamentar. Mas que talvez ache graça da situação e COM CERTEZA vai dar uma olhada, lá isso são favas contadas.

    Pois bem. Ri, não nego. Não nego também que ando meio sem jeito com as palavras. O que eu vou falar pra essa gente?

    Na falta de outra opção que me ocorra, escolhi o silêncio respeitoso. A cada um deles que encontrar, pelo menos aqueles que merecem o meu respeito, vou grunhir um “Boa sorte” meio sussurrado e tratar ligeiro de mudar de assunto para qualquer coisa que não o futebol.

    Concluí que é o que eu posso oferecer pra essa gente.

    vasco-rebaixado0002Porém… Se da outra vez ignorei solenemente a situação dos desafetos e segui conversando sobre futebol, inclusive sobre tropeços ocasionais do meu amado Flamengo, dessa vez o silêncio será minha melhor oferta e meu principal tributo.

    Se o Flamengo, em qualquer momento de 2014, perder uma partida por 25 a 0, com direito a gol de bunda e tudo mais, esse assunto não fará parte das minhas conversas com ninguém que não seja Flamengo. Se puxarem o assunto tentarei desviar, se insistirem não me restará outra opção que não seja ignorar solenemente.

    Meus amigos cruzmaltinos sabem o apreço que tenho por eles. Não custa nada eu avisar as regras para 2014.

    Tricolores e botafoguenses são desprezados por mim com qualquer resultado que obtenham ou deixem de alcançar em campo.

     

    CURTAS (O LADO DE LÁ)

    ANTES SÓ QUE EM MÁ COMPANHIA. Perguntei para alguns vascaínos e acho que pensei correto. Alguns responderam que seria menos incômodo cair sozinho, sem atrelar o nome ao Fluminense, já que assim passa a sensação de ter… Meio que se misturado com um time menor.

    POR OUTRO LADO. Tem gente que prefere assim. Além de diluir a aporrinhação, fica com cara de crise no futebol carioca e não só crise no Vasco.

    AINDA POR OUTRO LADO. Um dos meus “entrevistados” está com tanto ódio do Bob Dinamite, e até mesmo da torcida, que foi direto. “Eles se merecem”.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.