Google+

Burro Vaiante

Pagando para torcer contra

Por em janeiro 28, 2014

Muito antes do Burro de Shrek brilhar nas telas do cinema, outro burro, tupiniquim e “filho” de Monteiro Lobato, embalava as fantasias pueris de milhares de crianças no Sítio do Pica-pau Amarelo, o Burro Falante.

Deve haver outros burricos culturalmente importantes… Salvo engano e me perdoem se me equivocar, já que sou ateu, Cristo adentrou Jerusalém em algum trecho da bíblia montado em um asno ou derivado qualquer desses. Confere?

Prestadas as homenagens devidas e demonstrando que burros são até seres dos mais representativos nesse nosso planeta, vamos ao ponto.

Ainda nem bem começou a temporada direito e o Jayme já teve que vir a público demonstrar sua insatisfação com algumas vaias. E olha que ainda sequer perdemos alguma partida e, quando houve o desabafo do nosso treinador, nem tinha rolado o empate contra o poderoso Duque de Caxias.

2j85p1i976mfvc0n9jyr1hq4j

Primeiro jogo. Erra Matheus em um lance claro de gol. Vaias em todas as vezes que o garoto pega na bola.

Segundo jogo. Em um jogo pra lá de arrastado e sonolento, erra Digão. Mais uma marcação implacável da torcida em todas as vezes que o mesmo encosta na bola.

Terceiro jogo, o eleito é André Santos.

Tradição perigosa essa que a torcida do Flamengo vem consolidando. Parece que em cada jogo alguém tem que ser escolhido e brindado com insultos vindos da arquibancada.

Se há algum tipo de boa notícia nisso é que, pelo menos até o momento, a arquibancada decidiu socializar e partilhar as vaias que em 2013 eram propriedade, com registro em cartório e tudo que tem direito, do Carlos Eduardo.

Estou com o Tio Jayme nessa. As palavras dele foram, salvo algum engano do tio, “não ajudam em nada”. Assino embaixo e pergunto: “Essa porra serve exatamente pra que?”

O cara sai de casa, um sol pra cada um no Rio de Janeiro, paga ingresso caro, já que não há preço justo ou barato quando se trata do Carioqueta, e começa a torcer sistematicamente contra? Cada um sabe o que quer da vida, mas não me parece das atitudes mais brilhantes e sagazes.

Nas duas primeiras rodadas então, quando Tio Jayme fez um apanhado lá dos reservas para levar a campo, e ainda assim os caras tiveram 100% de aproveitamento, nem parece burrice, parece falta de educação mesmo.

Será que não dava pelo menos pro povo abrir o jornal ou dar uma conferida na escalação na Internet antes de se dirigir ao estádio? Olha e pensa: “É… Não é mais o Zico que está no meio-campo… Vou não”.

Não que eu seja a favor do que vou sugerir, porém confesso que sou suspeito nessa questão e já devem ter passado umas boas 25 primaveras desde a última vez que vaiei algum jogador… E me arrependo até hoje. Mas que tal demonstrar insatisfação APÓS o jogo e/ou nas redes sociais? Arma poderosa de manifestação popular dos tempos atuais.

Todos os vaiados, até mesmo porque estão nessa situação, não são obviamente cracaços de bola. Achar que sob vaias irão ter um desempenho melhor foge a qualquer tipo de raciocínio lógico.

Em breve aparece o povo do blá, blá, blá pra defender a ideia de que se o cara pagou ingresso tem direito de se manifestar do jeito que bem entender. Sou democrático e não quero questionar liberdades individuais. Só gostaria de entender pra que serve essa porra.

Não entendo. Talvez o burro seja eu.

CURTAS

GRANDES EMOÇÕES. Para o jogo em Friburgo amanhã não há venda on line. Segundo me informaram, venda só em bilheteria lá e ontem e hoje, não havendo comercialização oficial de ingressos no dia do jogo. Pergunta se os Peregrinos do Estadual vão desanimar. Van confirmadíssima e subindo a serra logo após a hora do almoço.

NOVELA DAS OITO. Totalmente sem paciência pra acompanhar essa novela do fica ou não fica do Elias. Cada semana/dia/hora dizem uma coisa. Roteiro dos mais fracos e texto repetitivo.

FINA FLOR DA MALANDRAGEM. Muito engraçadinhos os nossos queridos Smurfs. Fizeram uma relação de setores complicada lá no site e que dificulta a localização da meia da meia pro sócio-torcedor. Por pouco não perco a paciência, abro mão do direito do meu filho, e pago o preço cheio. Ficou parecendo aqueles mandrakes que as cias. aéreas têm por hábito tentar em seus sites. Tsc, tsc, tsc…

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.