Google+

Ele broca, eu bloco

Corrigir seus erros é o primeiro passo

Por em janeiro 29, 2014

Captura de Tela 2014-01-29 às 10.10.06Fuck!!! Perdão pelo clima de auto-ajuda do subtítulo desse texto.  Não é nada disso que você está pensando. Só uma correlação idiota de ideias que fiz. Bem… Ideias idiotas é uma expressão que poderia resumir boa parte da minha existência.

Li que o Hernane, incomodado por ter passado em branco no jogo contra o Duque de Caxias, ficou um bom tempo após o término regulamentar do treino exercitando suas finalizações.

Com os pés e com a cabeça, o Brocador ficou apurando o fundamento objetivo maior da sua função. Porque o futebol moderno e solidário dos dias de hoje, aonde todos os atletas têm lá as suas funções ofensivas e defensivas, de qualquer forma só funciona MESMO se no fim das contas alguém empurrar a bola pro fundo da rede.

Consciente do seu papel no Flamengo, e quem sabe até cônscio de sua falta de jeito para outras tantas funções dentro das quatro linhas, Hernane meteu a mão na massa mesmo. Analisou a situação e pelo jeito concluiu que o mais acertado seria ignorar os termômetros derretidos da Cidade Maravilhosa e cair pra dentro.

Não sei se ocorreu por iniciativa própria ou por recomendação da comissão técnica. Tanto faz. Foi ótimo, acertado e pronto.

Imagina o paraíso que seria se a moda pega e se espalha por todo o elenco? Laterais treinando cruzamentos e preparando pulmões e pernas para tantos quantos avanços e voltas forem necessários durante a partida; meio-campo fazendo lançamentos em profundidade até a exaustão, zaga vendo e revendo posicionamento com o empenho de atores de teatro.

Só poderia sair coisa boa daí, não é mesmo? Pra isso só seria necessário uma boa dose de humildade, elemento que não parece faltar ao nosso artilheiro.

Já pensou se o santo baixa também nos Smurfs? Nem vou começar aqui com minhas costumazes implicâncias com o Povo Azul, mesmo porque, nesse começo de 2014, estou achando até que estão acertando mais do que errando.

Ainda assim uma certa soberba ainda faz parte dos Smurfs. Já pensou um deles faz igual ao Hernane e admite seus pontos falhos? Vem a público e admite logo, pra início de conversa, que não houve assim… Exatamente… um Planejamento em 2013 que culminou com a conquista da Copa do Brasil.

Eu, por coincidência, ando remoendo alguns erros. Daí a conexão idiota de ideias que citei lá em cima.

Racionalmente sei que não é nenhum absurdo, mas encaro como falha (!!??) a minha não ida ao México, Equador e Bolívia. Venho então, tal qual o Brocador, treinando algumas finalizações.

Explico. Como vou deixar passar em branco os jogos fora do país por questões financeiras, venho treinando para o Brasileirão com uma tabela fictícia.

Coisa de maluco? E quem disse que ser da Fla Mochila combina com ser normal?

Funciona assim: pego um bloco e lanço jogos prováveis em locais distantes nos finais de semana do Brasileirão em 2014. Aí vou catando nos sites das cias. aéreas e simulando as idas e vindas, só pra ir tendo uma noção dos preços praticados, já que os gringos que vêm para a Copa do Mundo despertaram a cobiça desenfreada de tudo quanto é empresa ligada ao turismo.

São meus treinamentos para, quem sabe, conseguir estar presente nas 38 rodadas do Brasileiro.

Se bem que… Talvez não adiante muito tanta simulação, se os Smurfs acabarem caindo nas mesmas tentações de 2013 e vendendo nossos mandos de campo por alguns dinheiros para Brasília.

Na verdade pode ser até pior, com o Elefante Branco lá em Manaus, que os políticos locais devem estar doidos pra colorir de preto e vermelho.

Bem… Só posso tentar mesmo corrigir os meus próprios erros. Como disse alguns parágrafos acima… Que bom seria se cada um tentasse corrigir os seus.

O Hernane e eu já começamos. Alguém mais?

CURTAS

CASINHA CHEIA. Ingressos esgotados para o confronto contra o Friburguense no até então eternamente vetado Estádio Eduardo Guinle. Uma merreca. Acho que uns quatro mil. Se há algum resquício de charme no Estadual, são esses jogos no campo dos nanicos. Se o estádio está mesmo em condições, parabéns aos envolvidos.

MEDO NUNCA MAIS. Parece que já tenho meu ingresso, na mão sei lá de quem. Não fiquei receoso em nenhum momento. Depois da Batalha dos Ingressos para o jogo da Vila Capanema na Copa do Brasil fiquei anestesiado. Pra sempre eu vou achar que acabo conseguindo.

FISCAL DO FDF. Amanhã bato a real por aqui sobre o estádio do Friburguense. No pacote, uma ou outra curiosidade sobre mais essa aventura do Grupo Fundamentalista Religioso Peregrinos do Carioqueta.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.