Habemus elenco


O que mais se pôde tirar de positivo até o momento dessa experiência estapafúrdia, desnecessária e (esse ano mais que nunca) escaldante chamada Campeonato Estadual do Rio de Janeiro 2014, é que sim, nós temos elenco.

Não era fato raro ver no esquisito 2013, ano em que patinamos feio no Carioqueta, nos arrastamos do jeito que deu no Brasileiro e conquistamos com todos os méritos a Copa do Brasil, ouvir comentários do tipo: “É… nosso time é até bom, mas quando alguém se machuca ou fica suspenso, é brabo pra encontrar quem colocar no lugar”.

Estabeleceu-se que nosso time até era competitivo, principalmente após ficar sob o comando do Jayme, mas não tinha peça de reposição… Isso para os otimistas. Pra turma que reclama de tudo, até o time titular era de uma debilidade de dar dó.

oie_7201424DwlsPSDn(1)

Pouco importa. Elenco limitado ou não, planejamento surreal dos Smurfs ou não, enchemos o Maracanã e acabamos com as pretensões de Cruzeiro, Botafogo, Goiás e Atlético-PR de levar a Copa do Brasil pra casa.

O troço tá bem diferente em 2014, não é mesmo?  Se perguntarmos para 10 rubro-negros qual a escalação titular ideal com esse elenco que aí está, vai passar longe da unanimidade o resultado final. Até as vaias, que antes eram quase uma exclusividade do Carlos Eduardo, esse ano estão banhadas em democracia e divididas para vários alvos.

Chegamos onde chegamos do jeito que estava, o que na nossa lógica maravilhosamente deturpada de rubro-negro só pode significar uma coisa: 2014 o Flamengo vai arrasar. Goleiros eficientes, quilos e mais quilos de zagueiros, briga por vaga no meio-campo e lá na frente o Brocador e o Alecgol fazendo o básico dos básicos: bola na rede.

Não é assim nenhuma constelação de estrelas do futebol mundial, mas é pro que o nosso dinheiro dá, e há de bastar. Afinal, fora o elenco temos o Maracanã, um técnico rubro-negro e o principal, uma Nação confiante.

Agora… Não esperar nada e ser campeão é o melhor dos mundos. Esse ano é diferente. Estamos sim e com razão, vislumbrando uma ótima temporada para o Manto Sagrado. Nada de faniquitos se as coisas não correrem do jeito que esperamos.

Até o momento vai tudo fluindo bem. Mesmo com o povo do apocalipse eterno apregoando que só enfrentamos cachorro morto. Enfrentamos sim a nanicada, e amanhã à noite enfrentaremos mais um time pequeno no Maracanã, mas fizemos o que tinha que ser feito, fora um pequeno e perdoável deslize contra o Duque de Caxias.

A prova cabal e irrefutável de que temos sim um elenco, é o fato de o nosso time B (muito chique isso) permanece invicto na competição. Melhor que muito time A que se diz grande por aí.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.