O exemplo Luiz Antônio

Essa semana foi marcada pelo retorno do jogador Luiz Antonio à Gávea. Três perguntas são pertinentes sobre a questão:

Luiz Antônio ainda tem vaga no meio-campo do Flamengo?

Sim. Luiz Antônio joga como segundo e até como terceiro homem. Hoje, o Muralha, que faz o papel de segundo homem, não demonstra regularidade. Quando Muralha joga, enxergamos muito potencial. Porém, o meio de campo fica mais lento, erra mais passes e perde poder de marcação. É inegável que Luiz Antonio, assim como o Elias, tem feito muita falta.

O meio-campo que eu escalaria seria: Cáceres, Luiz Antonio, Elano, Gabriel e Everton. Elano centralizado, Everton na esquerda e Gabriel na direita. Luiz Antônio pode ainda cair pela direita no ataque e cobrir as investidas de Léo Moura.

1131465_luiz-antonio-se-diz-ansioso-para-final-da-copa-do-brasil-dificil-de-dormir

Ter vaga não significa que deve ser titular. Tudo que aconteceu não pode ser desprezado e o garoto arrependido vai ter que suar litros no treino para ter uma nova oportunidade no time principal. Afinal de contas, os outros atletas estão roendo o osso desde o início da pré-temporada. Não seria justo chegar e recuperar a condição de titular da noite pro dia.

Luiz Antônio foi inocente ao se deixar levar pelo empresário? Ele está realmente arrependido?

O jogador errou ao se deixar iludir por quem quer que seja. Mas não é santo. Errou, errou feio e agora viu o tamanho da bobagem que fez. Arrependeu-se. Mas se arrependeu porque perdeu nove vezes na justiça. Não se arrependeria se em qualquer tentativa tivesse obtido sucesso.

Não podemos, como torcedores apaixonados e inteligentes que somos, acreditar que o Luiz Antônio foi totalmente inocente, até porque as atitudes que tomou durante esses dois meses demonstram que ele sabia o buraco que estava se metendo. Talvez não soubesse o resultado que essa atitude traria, o que nos reforça a idéia que o arrependimento só existe pelas circunstancias da situação atual.

Esse erro será difícil de apagar. A torcida do Flamengo não costuma perdoar quem, de alguma maneira ou por algum tempo, trai o clube. Compensação e superação (através de raça e vitórias) são as palavras que Luiz Antônio deve manter em sua cabeça para tentar o que parece impossível.

O Flamengo acertou em reintegrar Luiz Antônio?

Gostaria de aumentar a amplitude da pergunta com a minha resposta: O Flamengo acertou em como lidou com o problema desde o início. Desde o momento que tomou conhecimento da ação movida pelo jogador e da não apresentação do mesmo junto aos outros jogadores, o Flamengo adotou a postura de não usar bravatas e radicalismo para tratar do caso. Sempre deixou as portas do clube abertas ao jogador, mesmo quando acumulava vitórias na justiça.

oie_7163914NZrBYExJQuando finalmente o jogador percebeu seu erro, o Flamengo o recebeu de braços abertos e o reintegrou, com a mensagem de que nenhum arranhão ficou na relação.

Todos sabem que esses arranhões existem, mas não cabe ao Flamengo ficar os expondo ao público. Não tenho dúvidas de que o Luiz Antônio deve ter ouvido muitas “broncas” dos dirigentes e da comissão técnica, assim como não tenho dúvidas que o caminho para voltar ao time será árduo.

Porém, o jogador tem um contrato longo com o Flamengo e é um ativo valioso do clube. Depreciá-lo seria uma atitude pouco inteligente do ponto de vista financeiro e sabemos que essa diretoria tem uma vertente negocial que dificilmente permitiria tal falha.

O resumo de toda essa história é muito positivo para o Flamengo. A atitude de reintegrar um jogador que errou, que poderia ser vista como uma permissividade perigosa (muito criticada em outras épocas), hoje é vista como a atitude correta do ponto de vista financeiro e serve de modelo para que jovens jogadores pensem duas vezes antes de acionarem judicialmente o clube.

É a antes improvável vitória jurídica rubro-negra se tornando o “exemplo Luiz Antônio”. Ah, Flamengo, quem te viu, quem te vê. Vai ficar difícil pra torcida arco-íris dessa maneira.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.