Google+

Preço dos ingressos também é sentido pelo técnico do Rubro-Negro

Jayme de Almeida prefere casa cheia e apoio nas proximas partidas

Por em março 23, 2014

DSC04118

Jayme de Almeida, treinador do Flamengo, não se sente triste por não ter casa cheia na comemoração da entrega do troféu da Taça Guanabara, mas lamenta os preços elevados dos ingressos, e com a importancia dos próximos jogos, prefere casa cheia e apoio nas próximas partidas.

“Os ingressos não são baratos e o tempo não ajudou. Fomos campeões naquele jogo com o Botafogo. Foi ali que acabou. Se pudesse ter o Maracanã lotado seria melhor, mas a grande maioria da torcida do Flamengo não é classe A e tem que contar o seu dinheiro. Segurar a grana. A gente lamenta, mas do jeito que conquistamos a Taça Guanabara estamos felizes”, assim definiu Jayme ao comentar sobre ‘comemorar’ um título diante do fraco público presente no Maracanã.

O Mais Querido volta a campo na próxima quarta-feira, pela semifinal do Carioca, para enfrentar novamente a Cabofriense, às 22:00 no Maracanã e o comandante rubro-negro reforçou que o foco neste momento é o Estadual, com um passo de cada vez para, então, pensar na Libertadores. Jayme reforçou a importância de entrar forte para vencer a equipe da Região dos Lagos e seguir para a final.

“Não chegamos até aqui para jogar fora. Estamos só voltados para isso (Carioca), por enquanto. Não estamos falando de Libertadores. Vamos entrar forte para vencer e jogar a final”, comentou o treinador.

E sem preterir a competição, o técnico garantiu que, no Flamengo, o ano inteiro é importante.

“Vantagem é bom ter, mas não vou jogar pensando em empatar. Tem que pensar em vencer”, completou Jayme.

Foto: PC Pereira

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.