NA WEB
    Google+

    BAP responde aos torcedores do Mais Querido

    Em parceria com o escritor rubro-negro, Sandro Rilho, vice-presidente de marketing do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista, o Bap, atende à torcida pela internet

    Por em abril 29, 2014

    oie_29215742q14eQ4OD

    Assim como foi feito no início do último mês de janeiro, o vice-presidente de marketing rubro-negro, Luiz Eduardo Baptista, esclareceu as principais dúvidas do torcedor do Mais Querido, em perguntas coletadas nas redes sociais pelo escritor Sandro Rilho. Dessa vez, os questionamentos, publicados no blog “Coluna do Flamengo”, giraram em torno de contratações, estádio próprio, arena e museu da Gávea. Veja abaixo o que o Bap respondeu.

    DINHEIRO EM CAIXA PARA CONTRATAÇÕES

    Guardar dinheiro em um clube que mal paga suas contas. Isso não existe. A situação do clube melhorou muito, mas ainda inspira cuidados. O futebol do Flamengo custa R$ 9 milhões / mês. O dinheiro (que entra) paga o custo do futebol. Simples assim. Agora, sempre estamos atentos ao mercado, buscando juntar oportunidades com preços razoáveis. Tem muita oferta “sem custo”, mas com salários astronômicos. Interessante esse conceito de “sem custo”.

    CASO ELIAS

    Nós não desistimos do Elias. O presidente do Sporting (Bruno de Carvalho) preferiu vendê-lo ao Corinthians. As condições oferecidas ao jogador eram inferiores às que nós oferecemos.

    JOGADOR REFERÊNCIA

    Concordo que um jogador de referência é sempre importante. Existe um projeto nesse sentido. Mas, quem seria esse jogador? Difícil. Todos os dia nos questionamos a respeito.

    FLA NO BRASILEIRÃO 2014

    O Flamengo vai entrar para brigar pelo título, ciente de suas limitações. Nosso elenco é muito melhor que o do ano passado (2013). Haverá ajustes pontuais ao longo do ano.

    ESTÁDIO PRÓPRIO DE PEQUENO / MÉDIO PORTE 

    É possível pensarmos num estádio para 18.000 pessoas na Gávea. O governador Garotinho concedeu esse direito ao Flamengo, mas o governador Sérgio Cabral (vascaíno) cassou em seguida. O prefeito Eduardo Paes (vascaíno) concedeu terrenos graciosamente aos outros três clubes grandes do Rio. Para o Flamengo, nada ainda. Mesmo tendo sido prometido em abril do ano passado (2013). A aprovação deste projeto é iminentemente política. Se o governador e o prefeito quiserem, sai. Se não quiserem, não sai.

    ARENA McDONALD’S – SONHO OU REALIDADE?

    É um sonho que vai acontecer se as autoridades do nosso Estado aprovarem e permitirem. Está tudo certíssimo. Agora vem a parte político / burocrática. Esperamos inaugurá-la em menos de um ano.

    MUSEU DA GÁVEA

    O museu foi colocado em stand by pela falta de um projeto que atendesse de forma ampla o que se espera dele. O modelo de negócios não convenceu a maioria de que seria superavitário. Até porque, museus em todo o mundo demandam subsídios, algo impensável para o Flamengo.

     

    Leia também:

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.