NA WEB
    Google+

    Orra, meu…

    Três pontos, dois pastel e um chopps

    Por em maio 29, 2014

    oie_2934928A4fC77jy

    No episódio anterior…

    No capítulo anterior pudemos assistir o… Teve também o… Isso sem falar naquele… e também na… Ah… Teve também aquela bola do Paulinho no final da partida que não entrou.

    Sejamos sinceros. Não aconteceu bulhufas no capítulo de domingo passado. Uma profunda crise de criatividade dos roteiristas arrastou todo o episódio para uma modorrenta partida de futebol. Um retumbante nada se instalou no Morumbi, banhado por um insistente aguaceiro.

    De emocionante, só a correria desenfreada do Negueba, que deve ter alcançado vários índices olímpicos na partida de domingo, mesmo sendo constantemente atrapalhado pela bola.

    O gol, ou melhor dizendo, o não-gol do Paulinho, ficou parecendo uma assinatura final a corroborar que nada de muito relevante tinha acontecido até aquele momento, e que assim seria até o fim dos tempos.

    Santos-Flamengo-Foto-Ivan-StortiLANCEPress_LANIMA20140525_0228_49

    Para o episódio de número oito temos cenário estranho para um Flamengo e Figueirense. Bem… Levando-se em conta que na temporada de 2013 tivemos um pavoroso Flamengo e Náutico em Florianópolis, e dois jogos contra o Vasco em Brasília, até que o jogo dessa quinta não tem cenário tão absurdo assim. É puramente o estilo artístico dos Smurfs.

    Pode até ser, mas não espero um capítulo dos mais memoráveis dessa nossa saga. Estádio vazio, chuva, frio. Tá com cara de mais um episódio para tapar buraco enquanto aguardamos a parada para a Copa do Mundo.

    Na verdade, como ninguém quer passar o período da Copa escutando as piadinhas sonhadoras da arcoirisada a respeito da nossa estadia no Z4, dá pra dizer que esse jogo contra o Figueirense é tipo uma Final de Copa do Mundo. Não é possível que consigamos permanecer na décima sexta posição mais uma vez em caso de resultado negativo. Se passarmos mais uma rodada em tal colocação, em breve a CBF enviará um carnê de IPTU para a Gávea.

    Como o derradeiro capítulo pré-Copa será filmado em Minas em jogo contra o Cruzeiro… Bem, isso é assunto para outro momento.

    Os Smurfs bem que podiam ter marcado esse troço pro Pacaembu. O Morumbi é um estádio de difícil acesso e devem ser poucos os que vão se animar a encarar a chuva e o frio, mesmo com o preço camarada praticado nos ingressos. Teremos poucos figurantes a emoldurar a peleja.

    Em campo, vamos ver o que faremos para tentar finalmente arrancar uma vitória. No domingo resolvemos o decantado problema-da-bola-que-não-chega-no-ataque cortando o mal pela raiz. Não tínhamos nenhum centro-avante de ofício no gramado, logo a bola não poderia mesmo chegar a um lugar inexistente. Simples assim.

    Com vocês… o episódio oito da nossa série rubro-negra no Brasileirão. Desce dois pastel e um chopps, meu.

     

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.