Google+

La Barca

Por em junho 4, 2014
Primeira impressão

Fala, galera! Hoje é minha estreia aqui no Falando de Flamengo. Portanto, se acharem a coluna uma bosta, peguem leve nas críticas. Ainda estou me adaptando, digamos que estou em “pré-temporada”.

Vou usar este espaço para dividir minhas opiniões sobre o Mengão, assim como uma conversa de bar, informal e sem nenhuma responsabilidade jornalística. Ou seja, não esperem por furos de notícias. Não sou ligado a ninguém de dentro do Flamengo, nem tenho acesso a informações privilegiadas. É somente a minha opinião, ok? Vamos lá.

Em primeiro lugar quero deixar claro que sou totalmente favorável a atual gestão. Os “carecas” vem fazendo um ótimo trabalho colocando as contas em dia e arrumando a casa. Pois bem, exceto no futebol. O planejamento do futebol até agora foi completamente mal sucedido. Temos um elenco fraco (um dos piores do campeonato), um técnico que não inspira confiança para a maioria da torcida, nenhum padrão tático e um sofrível preparo físico. Resultado: perspectiva de perrengue até o final do ano.

oie_418331FQAZd8Zb
La Barca

Depois do jogo contra o Cruzeiro a minha vontade – acredito que a de vocês também – era de mandar o time inteiro embora, do goleiro ao atacante. Foi evidente o descompromisso dos jogadores. Um time de pelada do Aterro faria melhor. Mas vocês sabem que sair mandando gente embora assim não é tão simples. Existem contratos, multas, cláusulas etc. Apesar disso tudo, o momento é de ser enérgico e tomar uma atitude drástica. Não sei como a diretoria irá conduzir essas rescisões sem onerar os cofres, mas não vejo outra solução a não ser dispensar uns 8 ou 9, no mínimo.

Nome aos bois

Se é verdade que rolou um atrito no vestiário não sei, mas independente se teve briga ou não, alguns jogadores já deram o que tinham que dar no time. São eles: Felipe, Léo Moura, André Santos, João Paulo, Amaral, Luiz Antônio, Muralha, Mattheus, Elano… esqueci de mais alguém?

Ximenes

Não conheço o trabalho do Ximenes. Já ouvi boas e más referências sobre seu desempenho no Coritiba. É o mesmo cara que levou o time a duas finais de Copa do Brasil, mas que também levou a um rebaixamento. Se ele será bom para o Flamengo só saberemos com o tempo.

Mas que aquele esporro no vestiário foi um belo cartão de visitas, isso foi…

Até mais!

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.