NA WEB
    Google+

    Tupi or not Tupi

    Devemos temer?

    Por em julho 3, 2014

    oie_317532KbYT7YbU

    Mudança de postura, reaproveitamento de antigos nomes, mudança tática, três zagueiros, liberdade para os laterais, maior entrosamento da equipe com a inter temporada em Atibaia.

    Lista animadora a do parágrafo acima. Tudo bem que poderíamos finalmente sair da fase do “quase tudo certo, só falta…” para o “Fulano, Beltrano e Cicrano se apresentam amanhã e já começam a treinar com bola depois de amanhã”, mas aí já é pedir muito, pelo andar da carruagem.

    Toda essa animação e na hora de testar a gente leva quatro do Tupi. Tudo bem que estamos respirando os sagrados ares da Copa das Copas e vai ver o Tupi é a Nova Costa Rica do futebol nacional, mas mesmo assim… Não seria o momento de, calmamente e de maneira ponderada, entrar em pânico absoluto?

    Tudo bem (tudo bem uma vírgula) que a alegação em defesa de tão contraditório resultado foi feita. Alega a defesa que não há motivos para alarde, afinal de contas, o time titular não ficou em campo durante todo o tempo de jogo.

    Ah… a virada do Tupi aconteceu quando os reservas do FLAMENGO foram acionados. Ufa… ainda bem. Como faltam apenas cinco meses pra terminar o Brasileirão e, não bastasse isso, ainda vem Copa do Brasil pela frente, então está tudo normal. Não há com o que se preocupar.

    br-costa-rica-uruguai-copa-2014

    Sinto-me bem à vontade para, de forma contrária ao meu hábito de ficar tapando o sol com a peneira, alardear minha preocupação. Digo isso porque de qualquer forma vou assinar embaixo da campanha seja ela qual for. A única coisa que pode me impedir de estar ao lado do time nos estádios nas 38 rodadas desse Brasileirão, por incrível que pareça, são as marcações estapafúrdias de jogos “em casa” a milhas e milhas de distância do Rio de Janeiro.

    Agora… Que preocupa, lá isso preocupa. Acho inclusive que esse assunto do amistoso só não rendeu mais porque estamos bem no meio da Copa do Mundo e tem muita coisa acontecendo em campo.

    Mas e agora? O Flamengo que entra em campo no próximo dia 16 é o mesmo que vinha caminhando daquele jeito que todos nós lembramos nas primeiras rodadas do Brasileirão, ou é esse totalmente redimensionado do jogo contra o Tupi?

    Epa… Vou ali comprar uma corda e um banquinho e já volto.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.