NA WEB
    Google+

    Impaciência

    Por em julho 18, 2014

    Atualmente vivemos em um mundo repleto de redes sociais, interatividade e rapidez no fluxo das informações. E como em todo segmento da sociedade, o futebol não passou incólume a esta avalanche de mudanças. Navegando pelo Twitter ou Facebook, notamos o comportamento da torcida do Flamengo e vemos o quanto essa rapidez e esse comportamento líquido (para citar o grande filósofo Zygmunt Bauman) tornou a massa rubro-negra mais imediatista e impaciente do que nunca.

    jornal-venda-zico-udinese-2Façamos um exercício de divagação: imagine que o ano seja 1983 e toda essa estrutura já existisse. Vocês conseguem imaginar a reação da torcida frente à venda do Zico para a Udinese? Já consigo imaginar um clima de guerra civil na tão falada FlaTwitter. Hastags do tipo: #ZicoMercenario #foradiretoriaincompetente (essa se assemelharia muito aos de hoje em dia) e outras no mesmo sentido.

    Pense em quantas promessas lançadas entre os profissionais seriam queimadas na velocidade da luz, como vemos hoje em dia acontecendo aos montes.

    Conseguem imaginar Andrade, Maestro Junior, Leandro e o próprio Zico sendo lançados aos poucos, jogando mal e retornando à divisão de base? Em um instante seriam declarados incompetentes e sem futuro.

    Com certeza tudo tem seu lado positivo e negativo. Essa forma de comunicação acelerada faz com que se acompanhe de perto o nosso time do coração, mas também faça com que a cada semana se tenha um fato novo, uma crise nova, uma especulação criada. Às vezes tornamos um jogador de ídolo a renegado em questão de alguns posts.

    jornal-venda-zico-udinese-1-600x450

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.