NA WEB
    Google+

    11/38 Drama Dramático

    História cada vez mais mexicana

    Por em julho 19, 2014

    oie_191631331VF4PrP8

     

    No episódio anterior pudemos perceber que o roteiro que vinha prevendo um pretenso recomeço com… toque de bola, movimentação e o escambau era apenas uma pista falsa.

    Mais ou menos como aqueles filmes de suspense onde, de uma hora pra outra, tudo muda de figura. O que parecia bom fica ruim e o que parecia ruim fica pior.

    Acabou com cara de que a parada do Brasileirão, pelo menos para nós, não passou disso. Uma simples interrupção como quem aperta o “pause” no controle remoto. Na hora que “despausou” o filme seguiu normal, com o mesmo roteiro de outrora.

    Bem… pra não dizer que nada mudou, trocamos nós de posição na tabela. Ocupando a última colocação, temos como adversário o Internacional em Porto Alegre. Se o troço dessa nossa série é ser dramática, dá pra dizer que foi uma feliz escolha dos roteiristas, tanto o time convidado para esse episódio como a própria locação. Ambos não nos trazem exatamente as melhores recordações.

    Aí já tem jogador lesionado, aí os novos jogadores contratados às pressas para (re) compor o elenco não podem entrar em cena, aí ninguém acredita em um resultado positivo na próxima partida, com a possível exceção do técnico. E nem nisso eu creio.

    Ney Franco deu uma surpreendente entrevista dizendo que talvez seja preciso apresentar algo diferente nesse domingo, por conta da colocação incômoda e dos desfalques na equipe.

    Whaaaattt???!!! Após tantos treinos e com tudo ido por água abaixo, logo no primeiro jogo, percebe-se que era pra ter feito tudo diferente? Então tá.

    Como ninguém espera muita coisa desse episódio de número onze… Tá… Todos nós somos apaixonados o bastante para olhar a tabela, o Inter, o Beira Rio, nosso currículo envolvendo esses nomes, e ainda assim esboçar lá no subconsciente um “Vai que acontece…”. Enfim, caso o roteiro seja conservador e deixemos mesmo mais três pontinhos lá pelo Sul, não custa nada olhar mais lá na frente.

    Botafogo, Chapecó e Sport Campeão do Universo Recife serão os vilões convidados para os capítulos 12, 13 e 14. Na boa… Repito o que já disse em texto anterior: se esses mesmos jogadores que envergam o Manto no momento apenas entrarem mais pilhados e ligados em campo, esse drama não há de ser tão mexicano assim.

    Sei que isso é repetitivo, e a culpa nem é do Tio. Se o time não muda nada em campo, como mero comentarista da série, não tenho também como variar tanto o desfecho desses rascunhos que compartilho com vocês. Mais uma vez…

    Aguardemos.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.