NA WEB
    Google+

    Caravana da coragem

    Chapecó é logo ali

    Por em julho 31, 2014

    Ainda nem bem o jogo contra o Botafogo havia começado e uma movimentação nas arquibancadas do Maraca já tratava de assuntos futuros.

    Era o povo mochilano e mais alguns muitos agregados tratando dos últimos retoques na (des) organização da viagem para a longínqua cidade de Chapecó.

    Bom que se diga que o troço é mais ou menos regido pelo caos. Não se pode esperar nada do nível Tia Stella Barros Turismo. Nem tão pouco existe um troço que onze entre dez curiosos nos perguntam: “Vocês fazem pacote?”

    Cada um compra suas passagens em um dia, cada um vai e volta em horário diferente. Saber mesmo o que consta no “pacote do caos”, a gente só fica sabendo na semana do jogo e muitas vezes durante a própria jornada.

    Dos diversos caminhos que nos levarão até lá, um está entre os mais estilosos. E já teve mais gente aderindo.

    Vejamos. Avião pra Curitiba na tarde de sábado. Horas de espera. Busão Curitiba-Chapecó saindo no meio da madrugada. Chegada pela manhã na cidade-sede de mais um jogo do Mega Fodarástico Flamengo. Um dia inteiro esperando a hora da partida. Mais horas de espera entre o fim do jogo e o busão Chapecó-Curitiba. Lá pelas dez e não sei quanto da noite o tal coletivo nos levará de volta para a capital paranaense. Finalmente, um avião pela manhã nos levará direto ao Rio, e é claro, desembarque sem escalas para o TRABALHO. Ufa…

    oie_3115353Zk2YJYSM

    Mais alguém?

    Tudo isso para poder assistir de perto pouco mais de 90 minutos do nosso Amor Maior, o Flamengo, em ação.

    Loucura? Sim. Todos nós temos consciência de que atos como esse não estão exatamente entre os mais banais nem entre os torcedores mais apaixonados.

    Exatamente por isso, quando nos encontramos meio ao acaso nos aeroportos e rodoviárias por aí afora, pois em algum momento isso acaba acontecendo, acabamos dando um riso meio amarelo meio orgulhoso que significa: “e não é que nós estamos mesmo fazendo isso outra vez?”

    Sempre lembrando que o Amor Incondicional é o caminho se você não quiser “quebrar” antes do fim do campeonato. Comprar MUITO antes e peneirar os caminhos mais baratos, ainda que mais cansativos, é o jeito. A passagem de ida pra Curitiba, por exemplo, para essa viagem eu comprei por 60 pratas. Faz tanto tempo que nem lembro mais. Parte inerente da loucura e raciocínio deturpados, quando chega o dia da viagem há a sensação de que o troço tá saindo de graça.

    Se por um lado parentes e amigos criticam nossas insanidades, por outro, e pra gente o peso do voto dele vale 100 vezes o de qualquer outra pessoa, Moraes sempre se desdobra em elogios nos seus míticos posts no Facebook. Ahnnn??!! Por acaso você não sabe quem é Moraes? Tsc, tsc, tsc… Que lástima. O cara é mais ídolo Flamochilano que o Zico.

    PS: após concluir a crônica soube que a Fla Tour “oferece” pacotes por umas 500 pratas SEM a passagem aérea. Seguinte: contato com a Fla Mochila 3 meses antes do jogo que a gente ensina como se faz. No quesito passagens meu Brasileirão já está em outubro.

    arenacondacadeiras

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.