Ser Flamengo é só para os fortes

oie_423273r7mQkWIT

Acordei cedo para trabalhar com aquele gosto amargo que sucede uma derrota do Mengão. Pensando na situação do time, na lanterna e no futuro nada animador que nos reserva. Saio de casa às cinco da manhã. Ruas desertas, vou dirigindo e tentando organizar as ideias, para a semana que começa.

Eis que me deparo com um grupo de operários chegando à uma fábrica e dois deles estão vestindo com o Manto sagrado. Começo a divagar sobre o poder do rubro-negro sobre as pessoas. Para meu espanto avisto mais um com a camisa. Ou seja, em menos de vinte pessoas que vejo caminhando nas ruas, 3 delas estão vestidas com o uniforme do lanterna do campeonato, em crise e sem perspectivas de melhoras a curto prazo. Como explicar esse amor e devoção ao Mais Querido?

Somente quem é rubro-negro sente essa força interior que nos move, que nos faz acreditar que seremos campeões aos 43 do segundo tempo, aos 47…

Somente quem escolhe (ou é escolhido) pela mistura do rubro com o negro sabe ter aquele ar de superioridade de quem vai vencer a tudo e a todos. Sabe que a arrancada da zona de rebaixamento para a Libertadores é capaz! Sabe como é a sensação de tirar doze pontos do líder e ser campeão em pontos corridos, quando muitos experts teimam em nos afirmar que é impossível.

Sabe como é chegar para duelar contra o campeão europeu, ser ridicularizado na entrada do gramado e enfiar um sonoro e incontestável 3×0, apenas no primeiro tempo.

Sabe que a situação atual é incomoda e difícil, mas que continua acreditando em uma virada! 

Eu estarei no Maracanã no próximo domingo! E você, rubro-negro, que já passou por situações ruins como a atual? Deixará de acreditar na nossa força ou abraçar o time com a atual limitação e fazer história mais uma vez?

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.