NA WEB
    Google+

    Janela discreta

    Janela aberta e cofre trancado

    Por em agosto 8, 2014

    oie_8154512RzNkW4vV

    Vai chegando o dia da tal janela internacional fechar. Parte da Nação ainda teima em ficar debruçada no parapeito, olhando ao longe pra ver se tem alguém chegando. Mais ou menos como se fosse uma criança na noite de Natal tentando flagrar o momento exato em que Papai Noel vai aparecer.

    Nação… Perdão pela sinceridade do Tio… Mas sabe aquele verso? O tal “como é que Papai Noel não esquece de ninguém?” não vai rolar. Papai Smurf está sem dinheiro, e não está nem um pouco disposto a abrir um crediário e “tirar” um presente nas Casas Bahia mais próxima.

    Não. Esse não é mais um texto do Tio aqui reclamando da Chapa Azul. Tenho motivos outros pra reclamar dos caras, muito além do reles fato de não trazerem um Rafael Guilherme, um Bruno Orozco ou qualquer outro João Ninguém que esteja infeliz (e como não estar?) defendendo as cores do Ulterek FC do Cazaquistão Setentrional.

    O treco aqui é mais pra abrir os olhos da Nação. Não gosto muito que façam meu povo de bobo. E muito jornalista tá aí pra jogar lenha na fogueira. Nada demais. Os caras precisam vender jornal (ou clicadas e page views) e o Flamengo é muito bom pra isso.

    Voltando à analogia inicial da criança na janela lá do primeiro parágrafo, tem muito jornalista fazendo o papel do irmão mais velho. Sabe que Papai Noel não vem, mas não perde a oportunidade de ficar botando pilha só por diversão.

    Os Smurfs já falaram que não vão fazer loucuras e pronto. Em detrimento do fato de que o Flamengo fazendo uma campanha residindo de forma insistente nos confins do Z4 jáé em si uma sandice, pelo menos estão se mantendo coerentes em algum aspecto.

    No nosso caso, pra responder à letra daquele famoso samba que indaga “com que roupa que eu vou?”, nós já sabemos que a roupa é o Manto Sagrado, e temos conhecimento até dos atletas que servirão de recheio para a roupa.

    É com essa turma aí mesmo que vamos e, descontando um possível otimismo do Tio, ainda ganhamos uma providencial ajuda com as chegadas de Canteros e Eduardo Silva ao time titular. Isso é claro sem falar na contratação do Luxemburgo.

    Já somos todos crescidinhos. Até os rubro-negros mais novos, posto que o Flamenguismo é traço de caráter que se forma antes mesmo da pré – adolescência. Vamos apoiar esses jogadores que formam o elenco atual. É com eles que muito em breve sairemos dessa região pouco nobre da tábua de classificação.

    Muitas outras janelas existirão em nosso futuro. Os Smurfs não terão a chave para sempre. A dessa temporada já está fechada e cimentada por fora. SE por acaso ainda aparecer alguém knock knockando à janela para entrar, não há de ser lá grande coisa. E que seja bem recebido de qualquer forma. Somos uma Nação educada.

     

    CURTAS

    . THE WALKING DEAD. Se vier, veio. Acredito que não passa de invenção twitteresca, mas ler os nomes de Diego Souza e Léo Lima me fez lembrar que o ótimo seriado sobre os mortos que andam está quase de volta.

    . PREGUIÇA. Apesar de ser gota no oceano de dívidas, vou colaborar com a vaquinha surreal. Contudo, alguém podia facilitar e dar um jeito de os tais darfs aparecerem no nosso email. Só ainda não dei minha cota da vaca porque estou com preguiça de catar o treco.

    . TE CUIDA, ALEMANHA. O atropelamento promovido pelos germanos na Copa do Mundo gera coisas revolucionárias no futebol brasileiro. Além de chamarem o Dunga, o calendário do futebol em 2015 prevê 25 dias de pré-temporada. Uau!!! Isso sim é uma revolução!!! Limaram uma semana do Carioqueta e demais estaduais.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.