Google+

25/38 Campeão de audiência

Casa cheia em Salvador e na TV

Por em setembro 28, 2014

No episódio anterior…

Paulo-Flamengo-Foto-Miguel-SchincariolLANCEPress_LANIMA20140925_0024_1

Fizemos boa frente jogando no Morumbi contra os tricolores locais. Mais volume de jogo, mais chances de gol e, mesmo com algumas sopradas de apito meio confusas aqui e acolá, e uma pancadaria meio exagerada promovida pelas moças da equipe mandante, saímos de lá com um empate (com gosto de derrota) e inteiros. Ainda que com um pedaço a menos da perna do Éverton, que deve ter ficado lá pelo gramado.

Antes do jogo a expectativa nem era das mais ousadas. A equipe do São Paulo tem bons nomes quando lemos a escalação. Como nosso retrospecto em jogos por lá não é dos mais animadores, a Nação contava no máximo com uma vitória magra. Já a arcoirisada e a imprensa paulista, que devem ter estudado Teoria do Futebol na mesma universidade, matracavam ambas previsões de um triunfo paulista por no mínimo uns 17 gols de diferença.

Com a bola rolando, o que se viu foi bem outro filme. Apesar de termos sofrido um gol logo ao acender das luzes, nos recompomos, partimos pra cima delas e quase rolaram os três pontos. Uma pena termos sofrido outro gol ao apagar das mesmas luzes. Alguém espirituoso proferiu no Twitter que o jogo valia pelo Brasileirão, mas que na noite da última quarta havia pintado em cores fortes o Campeão da Copa do Brasil 2014. Ficamos no aguardo da confirmação da previsão.

Para o episódio de número 25, além de enfrentarmos o Bahia e a Fonte Nova lotada, aproveitamos para limpar nossa chuteira sambando na cara do Tapetense. Explico.

Escrevo esse texto já em Salvador, na madrugada de sábado pra domingo (responsabilidade para com o FDF grau 1000). Quando comprei as passagens, meses antes da partida, como de hábito, olhei para a tabela, vi um Fluminense e São Paulo no Morumbi na mesma rodada e pensei: “Esse jogo do Flamengo tem tudo pra ser no sábado. O jogo entre tricolores deve ser o escolhido para a TV no domingo à tarde”.

oie_SSacOQ0Lz7ET

E não é que nem as posições em que se encontram na tabela Flamengo, Bahia, São Paulo e Tapetense pesou na hora da escolha? Prova de que quem dá IBOPE, paga as contas e manda nessa joça é mesmo o Flamengo.

Aliás, salvo algum engano do Tio, o Flamengo não jogou fora de casa no sábado nenhuma vez na atual edição do Campeonato Brasileiro.

Todos nós já ouvimos alguma vez, amigos que torcem para os nossos adversários regionais, reclamando na linha do “a TV só passa jogo do Flamengo”. O que é uma reclamação pra lá de maluca. Pô… Os caras sabem (apesar de fingirem o contrário vez ou outra) do tamanho colossal da Nação. Aí quando passa jogo do Flamengo, os próprios caras ficam de olho grudado na TV pra dar aquela secada no Mais-Querido-e-Mais-Odiado. Ou seja, a audiência que já ia ser enorme ainda ganha o reforço de mais uma multidão da arcoirisada. Negócios são negócios. Eles queriam que a TV exibisse o que no fim das contas?

Em campo, sem falsa modéstia que a Nação não é mesmo disso, sou muito mais nossa equipe no confronto de hoje.

Hoje… Quatro da tarde… Na Fonte Nova abarrotada ou em qualquer TV que se preze… Mais um Campeão de Audiência.

Não percamos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.