NA WEB
    Google+

    26/38 CONFUSÃO

    Fla e escriba meio perdidos

    Por em outubro 5, 2014

    oie_08trsnWJLYzv

    Alô… Oi… Tá todo mundo aí?

    Primeiro queria pedir desculpas a todos os meus seis fiéis leitores e seguidores. Esse treco de 26/38 era pra pintar aqui no Falando de Flamengo ontem, né? Em segundo, o Vasco.

    Fato é que em um arroubo de responsabilidade demente, passei a semana repetindo o mantra: “não posso esquecer de mandar a crônica no domingo”. Só no caminho para o Maraca ontem é que percebi a falta de encaixe inerente ao projeto. Estava querendo emitir minhas reles expectativas para o jogo contra o Santos, e me programando pra fazer isso um dia após o jogo (??!!).

    Sei que o povo há de me perdoar. Estou deveras ocupado com o Festival do Rio, já que o cinema é outra das minhas paixões.  Menos o editor cruel do FDF. Com esse não teve diálogo. Dentre as ofensas que recebi, algumas impublicáveis, tenho ordens expressas para acabar com minha baianidade nagô e voltar a redigir com frequência tolerável para esse pasquim cibernético de apaixonados pelo Flamengo.

    Ou seja, eu faço merda e você, pobre leitor, é que será punido no fim das contas.

    Enfim… Desculpas dadas, é hora de falar de outra coisa que não vem dando o encaixe devido e projetado. Nossa campanha no Brasileirão.

    Saímos da modorrice exagerada do pré-Copa, quando até segurar lanterna fizemos, para a recuperação meteórica com ares de “vai rolar G4”. Arrefecemos o ímpeto e tudo ficou com cara de cozimento em banho-maria. Quando já estava até curtindo as instalações do nosso apartamento no meio da tabela com vista para O Nada, lá vamos nós complicando as coisas. Estamos a um pequeno punhado de pontos da Confusão outra vez.

    Claro que a possibilidade de rebaixamento só pode ser encarada com algum tipo de seriedada pela delirante arcoirisada. Esses já devem estar tomando como certa a nossa participação na Série B em 2015. Talvez com uma certeza maior até que a da queda do Botafogo. Esse já não ia bem das pernas (e das finanças) e ainda resolveu mandar uma pá de gente embora. Vá entender.

    Mas que olhar de perto para a turbulenta Confusão era algo já descartado dos nossos planos, lá isso era. Ainda mais com a possibilidade de brigarmos bem na Copa do Brasil, com a nossa potencial e já encaminhada classificação para as semifinais. O troço agora é ganhar do Figueirense no episódio 27 e empurrar a Confusão pros outros.

    Nem posso reclamar da turbulência que o Flamengo tá inventando de criar nessa reta final de temporada. Eu mesmo venho confundindo datas e horários de abertura e fechamento da redação do FDF. Além do mais, ninguém disse (principalmente o Luxa) que 2014 iria ser fácil.

    Confusão

    Confusão

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.