Google+

Correria dentro e fora de campo

Por em outubro 23, 2014

correria

Nunca fui muito bom em matemática, até no colégio essa era uma das últimas matérias que eu me livrava no final do ano. De qualquer forma, ontem no caminho de volta pra casa fiquei tentando resolver a soma do trânsito do Rio de Janeiro com o horário de trabalho e não conseguia fazer com o que o resultado desse 19:30, quando começaria o jogo.

Apesar da correria, deu para chegar a tempo. Infelizmente a primeira etapa não foi lá essas coisas para compensar o esforço, mas o Flamengo terminou melhor. Tirando o susto que a gente levou logo no início com uma defesa espetacular do Paulo Victor, que repetiu o feito algumas outras vezes ao longo da partida e mais uma vez se destacou, as melhores oportunidades foram do lado rubro-negro.

oie_H22KyI9rNSVz correria flamengo gabriel

E olha que os três pontos, em tese, eram muito mais importantes pra eles do que pra gente. Claro que a gente precisa o quanto antes nos livrar do Campeonato Brasileiro desse ano, mas o Internacional está brigando na parte lá de cima.

Na esperança da situação melhorar no segundo tempo, decidi abrir umas cervas. Bom, se o jogo não animasse, ao menos eu estaria aproveitando a noite de alguma forma. Mas para alegria geral da Nação o Flamengo voltou melhor, entretanto mais uma vez faltava pontaria. Sério, como a gente perde gol!

Pra nossa sorte, ainda bem que para um cara específico a história tem sido outra. De novo o Gabriel mandou pra rede. Na verdade, duas vezes no mesmo jogo, marcando os dois gols que aconteceram na partida e que concretizaram a vitória em cima do time colorado.

O Flamengo mereceu. Se não fez um grande jogo tecnicamente, novamente se entregou em campo, correu durante os 90 minutos e não poderia sair do Maracanã somente com o empate. Tudo bem que proporcionamos só metade do placar que eles aplicaram na gente no Beira-Rio, mas está de bom tamanho. Com relação ao primeiro gol, é preciso parabenizar o Nixon também pelo passe tão bonito quanto eficiente.

No sábado teremos outro jogo num horário um pouco ruim, principalmente porque eu queria assistir ao UFC 179, que vai acontecer no Maracanãzinho. Pelo menos vai dar tempo tranquilo de ver a luta do rubro-negro José Aldo, defendendo seu cinturão novamente contra o Chad Mendes.

Falando nisso, é justamente em Manaus, terra do nosso campeão dos Penas do UFC, que será realizado o clássico contra o Botafogo. Tomara que possamos fechar o sábado com uma vitória dupla do Flamengo.

Ganhar do Botafogo significa basicamente três coisas: apagar ainda mais a estrela solitária no campeonato, nos afastar mais um pouco da zona de rebaixamento (após batermos o Inter ficamos a 9 pontos de distância) e ter total tranquilidade para focar completamente na semifinal da Copa do Brasil, contra o Atlético-MG na próxima quarta-feira.

CORRERIA

CORRERIA

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.