NA WEB
    Google+

    Trate como um pequeno passo e comemore como um título

    Por em outubro 30, 2014

    oie_6cdrPfXyPteI Flamengo x Atlético-MG chicão

    A ansiedade perseguiu desde o apito final da partida contra o América-RN, mas finalmente chegou a hora de entrar em campo para disputar a semifinal da Copa do Brasil. Em razão de todo o raciocínio estratégico que circula durante os jogos de mata-mata, confesso que esperava um jogo truncado, sem ninguém querendo se arriscar muito. Porém, ainda antes de dois minutos marcados no cronômetro, o Flamengo deu sinais de que a partida não seria bem assim.

    Ainda bem que não foi, pois como resultado desse esforço em tentar o ataque durante o jogo todo, agora carregamos uma boa vantagem no placar diretamente do Maracanã para o Mineirão. É claro que é pra gente comemorar muito, vestir o Manto Sagrado hoje durante o dia todo, tirar uma onda com todo mundo e já imaginar como vai ser a grande final. Está liberado comemorar a vitória como um título, entretanto é altamente recomendável que se trate como um pequeno passo.

    Precisamos lembrar que essa semifinal está travando uma batalha entre dois times que realizaram milagres na competição. O Flamengo conseguiu, em uma noite histórica e teoricamente improvável, recuperar o prejuízo de três gols contra o Coritiba . Do outro lado, o Atlético-MG também aprontou pra cima do Corinthians. O que os dois têm em comum? O milagre foi feito dentro de casa.

    Fizemos nossa parte por aqui, e agora precisamos entrar muito ligados lá em Belo Horizonte. Um outro fato que indica a necessidade do alerta, é que a vantagem do Corinthians era exatamente igual a que conquistamos ontem.

    Flamengo-Maraca-Brasil-Wagner-MeierLANCEPress_LANIMA20141030_0015_50

    O Flamengo chegou até aqui na Copa do Brasil por ter mantido os pés no chão. Era um objetivo completamente secundário, tratado sem qualquer tipo de prioridade, e assim fomos subindo cada degrau. Sendo assim, não pode ser a hora de então perder o controle e começar a viajar gratuitamente achando que já estamos perto de colocar a mão na taça.

    No jogo aconteceu um lance que simboliza o que o time do Flamengo precisa para alcançar o topo. A força de vontade do Gabriel em se manter levantado, partindo pra cima a qualquer custo mesmo estando sozinho e sem grandes perspectivas de sucesso na jogada, acabou ocasionando o pênalti que nos deixou ir dormir com um sorriso gigantesco no rosto e a cabeça tranquila para quarta que vem.

    É isso! É batalhar, partir pra cima na raça, sem medo de vencer. E já que o duelo é contra o Galo, vou repetir uma frase dita pelo Galinho de Quintino antes da partida de ontem no Maraca: “Vai com tudo, Mengão”.

     

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.