NA WEB
    Google+

    Abre alas

    Por em fevereiro 13, 2015

    oie_13113857VAx9lPLKA  chegada ao Maraca foi emblemática. Logo ao sair do túnel me deparei com um casal entretido em uma pegação monstra regada à grandes doses de hormônios. Não dá pra criticar. Como vocês podem conferir pela foto, clima de boate total no Palco-da-Final-da-Copa-do-Mundo-da-FIFA. Estádio mais vazio e dado a arroubos românticos que muito cinema por aí. E digo mais, se sentar na última fileira tem jogo fácil.

    Estádio vazio em valores absolutos, porque em valores relativos, dados os atrativos elementos da partida, os quais não precisam ser citados, havia uma verdadeira multidão formada por mais de 10.000 Urubus e UruBoas. Milhares de pessoas desprovidas do amor-próprio em prol de estar perto do Amor Maior, Flamengo.

    Se o clima de boate propício ao encoxamento e o clima de devoção ao Manto deram o tom nas arquibancadas, dentro de campo não teve amor certo. Conforme previsto por aqui no texto anterior, passamos o trator sem dó nem piedade. Com requintes de crueldade para com a arcoirisada esperançosa que obviamente acompanhou parte do jogo pela TV. Molezinho básico após o gol inaugural,  cedendo o empate, só mesmo pra dar um gostinho pros antis.

    Mais uma vez nessa costumaz lenga-lenga que é o início do Estadual,  fizemos o que tinha que ser feito. Ganhamos e muito bem. Destaque maior para cinco gols marcados por cinco jogadores diferentes, incluindo a zaga e também o povo que saiu do banco cada vez mais requintado e com boas opções para o Luxa.

    oie_rwwunFc4FUVO

    Caminho certo

    O time, que já estava bem, ganha os reforços internos de Gabriel e Eduardo. Alecsandro, alheio ao debate da moda no momento entre a Nação Twitter, entra bem em qualquer momento que saia do banco. O moço dos 66 processos contra o Flamengo, Luiz Antônio,  parece que em 2015 finalmente vai encontrando o futebol que havia perdido em algum momento de 2013, tendo passado todo o ano de 2014 procurando o mesmo na seção de achados e perdidos.

    Tá com uma cara de temporada de muita paz e amor pra Nação. Os casais lá do primeiro parágrafo em breve vão encontrar o Maraca sempre lotado.  Já para a arcoirisada, é bom ir logo avisando, 2015 vai ser longo. Longo e desesperador.

    CURTAS

    É NO CHUÊ CHUÊ. Con$órcio Maracanã dando o exemplo. Regada monstra no gramado antes da partida. Economia de água, você vê por aqui.

    COM GRANDES PODERES… Fui interpelado por sócios-torcedores do Flamengo. Indignados pelo nenhum desconto na compra de ingressos para o jogo de ontem. Sei lá como andam as planilhas dos Smurfs, mas o argumento de um deles é irrefutável: “Pô… pro sujeito vir a um jogo desses tinha que, no mínimo,  ganhar vale-transporte e ser open bar de cachorro quente”.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.