Google+

Para não complicar o que é fácil

Por em março 11, 2015

Urubus e UruBoas, quando ouvi o Luxemburgo falando no sábado que teríamos uma decisão na quarta eu meio que desdenhei e fiz comentários esnobes no meu último texto (ou post pra quem preferir). Bem… Nós todos somos assim, né? Ou só eu olho pra tabela, de qualquer campeonato que seja, e já vou logo somando os três pontos do próximo jogo? Talvez seja até esse o motivo de tanto ódio no coração dos antis… Ou talvez seja porque nós somos melhores mesmo. Sei lá.

oie_Hcl62diJy1rg

Enfim… Mesmo já vivendo Flamengo por toda a vida e escrevendo sobre isso desde 2010, só recentemente passei a dar uma breve espiada no adversário antes dos jogos. Isso porque meu editor estalou o chicote nas minhas costas.  E não é que o Volta Redonda acabou de perder a invencibilidade na última rodada? A primeira derrota foi para o Macaé por um a zero magro, “construído” por um gol contra.

Pra evitar maiores problemas é melhor aceitar as palavras do Mestre Luxa e não acionar o Modo Estadual em nenhum momento da partida. Além dessa campanha direitinha, o Volta Redonda já jogou contra dois “grandes” na competição. Empatou com o botafogo e derrotou o fluminense. Sexto lugar e a dois míseros pontos do G4. Melhor não dificultar o que é fácil.

Dificuldades amenas de Carioqueta à parte, se o Flamengo simplesmente entrar em campo sendo Flamengo, já era pro Voltaço. Nossa casa, nossas regras. No papel, na bola, na infra-estrutura e em tudo mais levamos vantagem. Não dá nem pra pensar em complicar nossa posição no pomposo G4 do Carioqueta. Mesmo porque se no sábado estiver quente, assaremos todos no campo do Tigres em Xerém. Jogo contra as forças da natureza. Esse sim pode até complicar por conta desses fatores extra-campo.

Do lado de cá voltamos novamente a ouvir o nome Montillo aparecendo aqui e acolá nos noticiários esportivos. PARECE… PARECE… que é uma questão de tempo pra esse troço vingar. Segundo todo mundo noticia, só o que está pegando mesmo são os japas enchendo a paciência.

oie_RygRh8r030xk

É… Bem… Pra que negar? A gente já anda correndo os dedos pelo calendário/tabela procurando por adrenalina. E se mais alguém aí fez isso já deve ter reparado que está chegando a rodada do Flamengo e Vasco. Isso. No segundo domingo aí pra frente. O último por aqui foi aquele da (previsível) Final do último Carioqueta. Já demos um cascudinho esse ano no Torneio de Verão. Mas lugar de, parafraseando o Eurico, bater neles é no Maracanã. Como frequentaram os porões da segundona em 2014, já tá fazendo falta. Chega logo dia 22.

CURTAS

ALECGOLS. Alecsandro fez dois de cabeça no jogo-treino contra o Gonçalense. Não haverá mais reforços para o Estadual. Compreensível. Ele e Cirino dão conta fácil da missão.

OFF RIO, ORGULHO DA NAÇÃO. Citei a presença de uma Off Rio da Bahia em um mero jogo contra o Friburguense do Carioqueta. Acabei descobrindo uma de Santa Catarina e mais um do Paraná no mesmo jogo. Louvável.

AGORA SIM. Vitória sobre o Bonsucesso com pênalti Mega Mal Marcado aos 47 do segundo tempo. O mundo do Carioqueta entrando nos eixos.

BOM SINAL. Tudo bem que o adversário no jogo-treino era o Gonçalense, mas se o Flamengo joga contra um time que tem um atacante chamado Sabãozinho e não leva nenhum gol, é sinal claro de que os tempos são outros na Gávea

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.