NA WEB
    Google+

    Flamengo x Brasil: coletivo em ritmo de feijoada

    Por em março 19, 2015

    Em um Maracanã vazio e em ritmo de coletivo disputado depois de uma feijoada (sob um sol de 45ºC), o Flamengo na última noite, conseguiu fazer 2 x 0 no Brasil de Pelotas e alcançar a próxima fase da Copa do Brasil. Com uma atuação burocrática, na qual manteve a posse de bola por longo tempo, sem ameaçar o adversário, o time pareceu se poupar para jogar o clássico do próximo domingo, contra o Vasco da Gama.

    oie_UzcvkxxbMP9J flamengo

    O técnico Vanderlei Luxemburgo escolheu para iniciar o jogo, a formação que ele vem considerando a ideal e que acredito que seja a escolhida para jogar contra os grandes times no Brasileiro. A formação no 4-3-3, com a escalação de 3 volantes no meio, acaba por se tornar perigosa, pois pode cair no problema que vimos nos dois últimos jogos. Temos uma boa pegada no meio, com posse de bola, porém, o time fica muito espaçado, com o ataque longe do meio e sem ligação. Esse esquema funciona um pouco melhor com a presença do Éverton, que consegue fazer essa ligação com dinâmica e rapidez.

    Ontem, em vários momentos, vimos o Alecsandro tentando cair pela esquerda e fazer o vai e vem, coisa que obviamente não funcionou muito bem. No intervalo, quem viu a transmissão da ESPN pode conferir o mapa de calor de Alecsandro e perceber que ele pouco frequentou a grande área.

    Com outra partida ruim de Canteros e Márcio Araújo, Jonas acabou sobrecarregado na marcação do meio, fazendo com que ele venha atuando de forma restrita, sem aparecer no ataque, como elemento surpresa, fato este que era comum quando atuava pelo Sampaio Correa.

    Outro fator que pudemos observar, foi a preferência de Luxa pela entrada de Luís Antônio pela lateral direita e Pará deslocado pelo lado esquerdo, ao invés da entrada simples de Thalyson no lugar de Anderson Pico. Entretanto, apesar das últimas más apresentações, estamos com um saldo positivo neste ano, com apenas uma derrota.
    Vamos ver como o time se comporta no próximo jogo contra o Vasco.

    Se pudesse apostar na mesma escalação de ontem com apenas a dúvida da volta de Éverton, ou seja: Paulo Victor, Pará, Bressan, Wallace, Pico, Jonas, Canteros, Márcio Araújo, Gabriel, Marcelo Cirino e Alecsandro (ou Éverton).

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.