Google+

Um ‘velho’ Flamengo ‘novo’

Por em abril 30, 2015

Passada a ressaca do Carioca é hora de voltar as atenções pro Brasileiro, e também de fazer uma análise até aqui. O Flamengo ainda não convenceu na temporada. A equipe fez alguns jogos razoáveis e outros muito ruins contra times minúsculos. O problema crônico do meio-campo continua. Se tivésse ganho o Carioca, todos esses erros seriam esquecidos como em outras épocas. E aí no Brasileiro, outro sufoco. Por mais que seja contra as leis da física perder pro Vasco, essa queda do cavalo agora pode ter sido bom pra gente. Foi um choque. Vimos que o time não é assim tão bom quanto imaginávamos. A expectativas que eram grandes, diminuíram.

oie_Eks6u3I6Sbnu

Mas é justamente aí que o Mengão pode surpreender. Esse tempo agora vai ser importante para rever tudo aquilo que não deu certo. Ajustar a marcação, o preparo físico, recuperar os lesionados. Reforços ainda podem chegar. E é importantíssimo que cheguem. Precisamos de alguém que de fato puxe a responsabilidade, que assuma o papel de ídolo.

Diego? Talvez. Alex? Bom reforço, daria qualidade ao meio. Mas não é o ídolo que todos esperam. Robinho? Dos nomes que já falaram pra mim é o que mais se encaixa nesse perfil. Não pelo que tem jogado ultimamente, mas pelo peso que traz com ele. E por todo o marketing que, se bem explorado, pode alavancar o ST e outras receitas. Enfim, o Flamengo 2015 é uma incógnita, ainda. O jeito é torcer pro time engrenar nessas 38 rodadas pela frente. Aguardemos.

Alguns pitacos:

Gabriel já passou do tempo de ser uma aposta. Não chegou a ser aquele jogador que todos esperavam. Apenas alguns bons lampejos ano passado. Faria uma grana com ele e traria alguém mais cascudo.

Alcsandro e Eduardo da Silva são outros que pra mim já podiam sair. Não encaixam no perfil de velocidade que o Luxa quer implementar.

O Flamengo precisa de um 10 e um atacante de ofícios. Com essas duas peças podemos sonhar mais alto.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.