Google+

Brasileirão: pior/melhor cenário possível

Por em maio 8, 2015

E agora? Gigante, disputado, longo, cansativo, quase perfeito, o Brasileirão chegou. Inadiável. Domingo entraremos em campo fora de casa, contra um adversário que costuma complicar as coisas atuando em seus domínios. Ainda que a equipe do São Paulo que vai ao campo de jogo seja, provavelmente, uma mescla de titulares e reservas, devido ao Compromisso de Libertadores deles, coisa que almejamos ter também em 2016, fácil, fácil, não há de ser a nossa tarefa.

Mas ainda é sexta. A hora de fofocar a casa alheia ainda não é essa. Mesmo porque, publicar o pré-jogo de domingo hoje me garantiria duas coisas: o Prêmio Blogueiro Chinelinho do Ano e uma whatzapada dos meus editores passando uma descompostura constrangedora que poderia até me deixar sem condições de jogo para domingo. Acreditem. Ocupar lugar tão nobre por aqui é uma honra indescritível, mas também uma responsabilidade das grandes. Estalar de chicotes de um lado e Meia Dúzia Amada de Leitores aguardando o próximo post.

flamengo sao paulo brasileirao

PV, Wallace e Bressan, Pará e Pico. Jonas, Canteros, Arthur Maia. Éverton, Gabriel, Cirino. Luxa e a Nação. A minha pergunta é: O que vocês sentem quando olham para esses 13 nomes aí?  Parafraseando nosso treinador, vocês pressentem coisas boas ou confusão olhando pro horizonte rubro-negro nessa temporada?  Confesso estar perguntando e usando da boa vontade de vocês quando poderia estar gastando dinheiro com terapia. Na noite de quarta, enquanto me perdia em futebol por todos os lados acompanhando a Liberta, me detive em matéria comentando nosso empate em um jogo-treino, um coletivo, ou algo que o valha. No meio tinha essa escalação, dada como a provável para nossa estreia no domingo. Li, reli, peguei uma caneta e rascunhei essa formação. Pensei: “Vamos chegar bem nesse Brasileirão”.

No Twitter, o Muro das Lamentações Cibernético, vi outras coisas. Deparei com outros sentimentos causados pela mesma escalação. Gente reclamando, gente chata comparando esse elenco com o do Barcelona (???!!!), gente achando que dá pro gasto. Mas também vi um povo seriamente preocupado, falando sério em fuga do rebaixamento. Como tenho consciência da minha Amelice (só velhinho entende) incurável quando se fala em Flamengo, resolvi tirar essa dúvida com os nobres e letrados frequentadores aqui do Boteco. O que vocês esperam do nosso Flamengo no Brasileirão 2015?  Claro que essa pergunta dá margem também para a impagável participação da arcoirizada que sempre marca presença por aqui. Sintam-se em casa.

Claro que temos alguns elementos que podem fazer variar nossas previsões. Alguns jogadores ainda podem chegar, pelo lado positivo. Pelo lado remando contra, sinalização dos Smurfs (nem precisava) de que devem levar mesmo o time para longe do Maracanã em algumas rodadas. Planilha pra cacete nas telas blues e, ao que parece, nenhuma mostrando o desempenho do Flamengo nos Manés Garrinchas da vida. Bem… Em termos de quantidade, 30 dinheiros é maior que 3 pontos. Inegável.

flamengo-gremio-brasilia-alexandrevidal-flaimagem

Ainda assim acho que faremos bom campeonato. Sem essa de “melhor que ano passado”, porque o treco foi tão bizarro em 2014 que… Deixa pra lá. Melhor nem lembrar.

Bem… São Paulo com reservas ou com tituares com a cabeça na Liberta, Sport no Maracanã, Avaí fora. O que vocês acham? Nove pontos? Nenhum? De qual lado você está? Como vê nosso horizonte próximo?  Qual nosso melhor/pior cenário possível?

PETISCOS

“O CÁSSIO ENGOLIU UM PERU INTEIRO” (frase infeliz de um locutor ou narrador no jogo do Corinthians)

“COMO FOI O GOL?” (pergunta de uma repórter para Fábio, goleiro do Cruzeiro)

“SE EU NÃO GANHAR NADA EM TROCA NÃO VOU PAGAR PRA SER ST” (algum traidor da pátria, que se diz rubro-negro, lá no Twitter)

MESA DA ARCOIRISADA CARIOCA

Vasco – Estreia em casa contra o Goiás. O jogo cai dia 10. Se é em São Januário e cai, a regra é clara, pênalti para o Vasco.

fluminense – estreia significativa. Contra o Joinville. Um time que veio da Série B contra um que deveria estar na Série B.

botafogo – conseguiu ser vice pro Vasco. Paga os pecados passando pelo purgatório da Série B. Começa lá no Pará contra o Payssandu.

SAC DO BOTECO

Palmas pra iniciativa azul de passar o jogo contra o São Paulo em boa sala de cinema no Rio, às margens da Lagoa Rodrigo de Freitas, bem perto da nossa sede.

Pedras pra falta de iniciativa azul. Nem deve ter feito contato com o São Paulo pra tentar um punhado de ingressos para vender pros que vão se despencar até Sampa. Lamentável.

BOTECO DOS OUTROS

Quem não viu cata no YouTube. Entrada do River Plate em campo no primeiro jogo contra o Boca pelas oitavas da Libertadores. Ah se esse nosso estádio sai do mundo dos sonhos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.