Google+

Flamengo acordando pro jogo na base do caos

Por em maio 18, 2015

Depois de perder na estreia do Brasileirão para o São Paulo fora de casa, o Flamengo teve a torcida ao seu lado no Maraca para enfrentar o Sport e tentar levar os primeiros três pontos na competição. Além desse resultado não ter acontecido, a partida foi bem ruim de acompanhar.

Ao contrário do que ocorreu no Morumbi, onde apesar da ausência de qualidade e técnica não faltou vontade por parte dos caras dentro de campo, dessa vez ficamos sem qualidade, sem técnica, e exceto pela parte final do jogo, também faltou vontade.

Flamengo-Sport-FotoPaulo-SergioLANCEPress_LANIMA20150517_0230_52

Mesmo assim imaginei que o gol fosse sair, daquele jeito sofrido e/ou até na base da sorte. Até porque também, ok que o Flamengo está com problemas visíveis, mas do outro lado não estava nenhum Barcelona também, né. Dava pra ganhar ainda que jogando muito mal.

O problema foi que no fim da primeira etapa, um dos piores do time na tarde do domingo resolveu fazer um pênalti que resultou no Sport abrindo o placar. Pra piorar o cenário, embora o Flamengo tenha melhorado no segundo tempo, aos 23 minutos levamos o segundo gol e aí teoricamente era pro jogo ter se complicado de vez.

Mas na realidade essa adversidade acabou sendo o impulso que faltava pro caras finalmente acordarem e jogarem futebol. Daí pra frente foi pressão do maior rubro-negro o tempo inteiro, o que nos levou ao primeiro gol. E por ironia do destino, o autor foi justamente o Canteros.

E faltou muito pouco para que a partida virasse de cabeça pra baixo e o Flamengo conseguisse a vitória. Depois de uma paralização gigante para atendimento do Magrão, o goleiro não conseguiu continuar e como o técnico já havia feito as três substituições, Diego Souza foi pro gol. Porém nem que o Magrão estivesse lá conseguiria evitar o golaço do Everton.

Pelo fato de estarem “sem goleiro”, bastava o time manter a calma pra poder chegar ao gol da virada. Mas talvez isso fosse pedir demais pra quem precisou levar dois gols em casa para acordar pra vida e correr atrás do perrengue.

Agora o Luxemburgo tem mais uma semana inteira para tentar entender o que está acontecendo e corrigir pelo menos alguma coisa nessa bagunça toda. Apesar de ainda ser muito cedo para conclusões e confusões, ficaria feliz se não esperassem chegar um momento de caos na tabela para buscarem mudanças.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.