NA WEB
    Google+

    A culpa é só do Luxemburgo?

    Por em maio 25, 2015

    Antes que me chamem de defensor do Luxemburgo, vou dizer que concordo que o time ainda não entrou em campo esse ano. O Flamengo tem um esboço de esquema que só funciona na cabeça do “Professor”. O time geralmente perde o meio campo e não consegue utilizar aquela que seria sua única arma, o contra ataque, já que é um time acéfalo e por isso pergunto: será que a culpa é só do treinador?

    Vou partir do principiode de que a culpa é de todo o Departamento de Futebol, pois, os jogos do estadual não podem ser levados a sério. Se com times que foram campeões cariocas fizemos vergonha no Brasileirão, como que com um time que não ganhou nada a expectativa é de Libertadores ou título? Tem alguma coisa errada na avaliação do grupo. Ou os caras treinam bem para caralho e jogam de sacanagem, ou a análise está completamente destoando da realidade. Peço ajuda aos remunerados para responder isso, senhores Rodrigo Caetano e Vanderlei Luxemburgo.

    oie_17235344NCK1gIqZ luxemburgo flamengo

    Confesso, não vi o jogo de ontem. Vi somente os primeiro 5 minutos e os últimos 10. Tive a sorte de ter sono no momento certo. Mas, pelo que li e vi, os erros foram os mesmos. O time perdendo o meio campo, jogando na base do chutão, sem padrão, sem jogadas, ou seja, um bando. Sendo assim, podemos afirmar culpa do treinador? Pelo o que observei nas redes sociais, especialistas, torcedores e jornalistas, sim, Luxemburgo falhou em montar o time e tem que perder a cabeça. Posso até concordar, já que, eu não escalaria o time que ele vem escalando, muito menos o esquema. Mas, com os jogadores que ele tem não posso afirmar que teria sucesso.

    Dito isso, eu prefiro analisar da seguinte forma, o Guarani do Paraguai, o time que tirou o “Poderoso Timão” da Libertadores, é um time bem montado, correto? É um time que por mais que não tenha craque, e um elenco menos qualificado que o nosso, todo mundo sabe o que fazer com a bola, tem jogadas ensaiadas, tem um padrão tático e principalmente variações, e por isso, chegou a semifinal da competição, correto? Tudo que o Flamengo não tem, beleza? Vamos imaginar que a high command do Flamengo contratasse toda a comissão técnica do Guarani do Paraguai. Vocês acreditam que em seis meses, ou um ano, o time teria o mesmo padrão e com jogadores mais qualificados tecnicamente?

    luxemburgo_rodrigo_caetano_wrobel_flamengoEu digo que não, e explico o porquê: Jogador brasileiro é mimado, e parece que no Flamengo mais ainda. Ou treinam mal, dão “migué”, ou são “da noite”, ou ainda se acham no direito de derrubar treinador. Sempre que existe algo contra a vontade do grupo dá nisso. O time joga mal e a culpa caí no colo de quem está comandando. Em suma, na minha concepção a culpa não é só do Treinador. Na minha cabeça nem o Guardiola daria jeito com esse time, principalmente se os jogadores não quiserem. Mas, vamos seguir, os salários estão em dia, confere? Então porque “caralhas” esse time não tá jogando? Por que só o treinador é contestado? Por que os jogadores estão saindo ilesos desses jogos pífios?

    Vamos combinar que até a muito pouco tempo atrás o Luxemburgo era unanimidade (que geralmente é burra, ok.). Não queríamos que ele fosse para o São Paulo, pois, foi o único treinador que conseguiu dar um padrão tático e uma forma de jogo a esse time, e mesmo assim, no final da temporada passada. Hoje ele não presta? Na minha cabeça tem algum caroço nesse angu, ou a filosofia do Vanderlei já deveria ter sido julgada no inicio da temporada, e sendo assim, não participaria da montagem do elenco, ou todo o Departamento de Futebol está errando desde então.

    Muitos falam que o Luxemburgo é isso, é aquilo. Que ele quer ser “Manager” e esqueceu seu papel de técnico. Se for, quem errou foram os senhores Wrobel e Rodrigo Caetano que perderam cinco meses do ano para perceber isso. Agora se os resultados vêm de um complô dos jogadores para derrubar o treinador, vamos aceitar isso novamente? E o profissionalismo pregado pela gestão? Vamos fazer a vontade dos jogadores novamente, vamos nos curvar? Tem que se descobrir a raiz do problema. Se os jogadores estão realmente querendo derrubar o técnico vamos dar esse exemplo? O Departamento de Futebol tem que ter o pulso firme e cobrar tanto o treinador quanto aos jogadores. Até porque, enquanto o treinador servir como “pára raio” de crise, fica fácil para os jogadores e para os gestores.

    Enfim, acredito que qualquer treinador brasileiro seria trocar seis por meia dúzia. Acredito ainda, que se for por vontade dos jogadores, é inadmissível a demissão do técnico. Em toda profissão existe quem manda e quem obedece, ainda mais quando se paga (e em dia), não pode fazer corpo mole. E sim, precisamos de reforços urgente, esse time não briga pela Libertadores, independente do treinador esse elenco briga pelo meio da tabela e na minha concepção é pouco, muito pouco, para nossa grandeza.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.