NA WEB
    Google+

    Flamengo e o fantasma chamado ‘número 1’

    Por em junho 14, 2015

    Com o fim da temporada 2014, os torcedores passaram a ter esperança de um ano promissor em 2015. E não foi diferente, pois de cara o Flamengo conquistou seu primeiro título em partidas disputadas contra Vasco e São Paulo, e por incrível que pareça, o número 1 começou a rondar. Duas vitórias por 1 a 0 dando ao Rubro-Negro o 1º título do ano.

    Início de carioca, baixa expectativa por conta dos diversos problemas envolvendo FERJ e Flamengo e para piorar, pouquissimos jogos convincentes. Foi aí que o número 1 voltou a aparecer. Na última rodada da fase de pontos corridos, jogo simples e sem muito perigo contra o último colocado do carioca, o já rebaixado Nova Iguaçu. E por conta de 1 (uma) vitória o título da Taça Guanabara escorreu pelas mãos.

    flamengo_everton_o1

    Semi-finais, finalmente! Momento mais empolgante de um campeonato que não se espera surpresas, adversário conhecido pela fama de derrotas para o Maior do Mundo, o Vasco. Vantagem de dois empates, time bem melhor no papel. Passado o primeiro jogo em branco para os dois lados, o fantasma decidiu dar as caras. Pênalti para o Vasco! Derrota para o freguês por 1 a 0. E você acha que acabou? O clima dentro do clube começou a ficar ruim e a pergunta era “Quem será o culpado disso?”.

    Três jogos se passaram, resultados explicados que não foram difíceis de entender. São Paulo 2 x 1 Flamengo: 1 gol de diferença. Segundo jogo 2 a 2: o 1º empate. Avaí 2 x 1 Flamengo: outra vez 1 gol de diferença. Tentaram apontar um culpado na história e nessa cai o treinador. Passa 1 dia, contrata o Cristóvão. Ele, como um homem inteligente que é, já veio sabendo desse problema do número 1 na vida do clube. Porém não foi tão fácil de início. Primeiro jogo do treinador Fluminense 3 x 2 Flamengo. Já ta ficando chato, não acham? Mais uma vez 1 gol de diferença. Segundo jogo? Cruzeiro 1 x 0 Flamengo: olha a novidade aparecendo! Ou não?

    Chega de maré de azar, é hora do número 1 jogar a nosso favor e assim foi. Flamengo 1 x 0 Chapecoense, muito bom! O Mais Querido venceu com 1 gol de diferença. E olha ele aparecendo de novo nesta última rodada: Coritiba 0 x 1 Flamengo. Outra vez esse 1 gol. Por sinal, 1ª vitória fora de casa conquistada. Que maravilha!

    Agora deixando a brincadeira de lado, o Flamengo ainda carece de um jogador que pense, que seja o distribuidor de passes para jogadores que tem excesso de velocidade e ausência de raciocínio na mesma frequência. Os vagões do time começaram a entrar nos trilhos, com vitórias magras, mas de extrema importância para dar tranquilidade ao trabalho ao longo da semana.

    Cleito Junior

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.