NA WEB
    Google+

    Honrem o Manto Sagrado

    Por em junho 29, 2015

    Olá, jogadores do Flamengo!

    Vocês não me conhecem. Meu nome é Tulio Rodrigues e sou torcedor do Flamengo. Porém, vocês encontram muitos torcedores como eu por aí, e assim como eles, não estou satisfeito com as atuações de vocês até agora na temporada.

    Não quero ser amigo de vocês e nem me importa o que façam fora de campo! Me importa que hoje vocês vestem uma das coisas que mais respeito e amo na vida, o Manto Sagrado do Clube de Regatas do Flamengo. Vocês não vêm honrando a nossa camisa como deveria, o que para nós soa como um desrespeito.

    camisa_flamengo_manto_sagrado_raca

    Por natureza gostamos dos jogadores que demonstram raça com o nosso Manto. O jogador pode não ter técnica, não saber fazer um lançamento primoroso, mas se ele corre, cola o Manto no corpo e não se entrega, já nos conquista de imediato! Temos exemplos como Valido, que na final do Carioca de 1944 fez um gol de cabeça sobre o Vasco com uma febre de 40 graus. Um pouco antes, em 1927 , na final do Carioca contra o América, Moderato fez o gol do título. O jogador se recuperava de uma operação de apêndice feita poucos dias antes. Somos vidrados em jogadores assim. Jair da Rosa Pinto, reza a lenda, foi demitido após uma derrota do Flamengo ter saído com o Manto como havia entrado no jogo, seco, sem uma gota de suor.

    Vocês sabiam que milhares de torcedores deixam de comer, faltam ao trabalho e vivem o Flamengo, essa paixão, quase que incondicionalmente? Quando o Flamengo perde, os dias não são a mesma coisa, fica escuro, ruim, não há sentido a vida. A vitória do Flamengo além de nosso ópio, é o combustível não para torcer pelo Flamengo, mas para viver. Há quem só tenha o Flamengo na vida e viva por ele e para ele. Imaginem o que vocês vêm fazendo com a vida dessas pessoas. Pode parecer bobagem, mas é amor, e com amor não se brinca, não se trata de qualquer jeito, não se desonra.

    Hoje vocês recebem em dia. Obrigação do Clube, claro. Treinam isolados sem torcedores para atrapalhar. E eu pergunto: O que anda faltando? O que vem acontecendo? É falta de comando? Vaidade? Ego? Se há algum desses problemas mencionados, peço em nome do amor que sentimos pelo Flamengo que vocês se lembrem daqueles torcedores apaixonados que os recepcionaram em Cuiabá! Que lembrem que vocês jogam por 40 milhões de fieis Rubro-Negros! Que lembrem dos riscos que milhares de apaixonados fazem pra ver vocês jogarem. Se bem que nem nos cumprimentar nos cumprimentaram, por baixo de seus óculos escuros e headphones gigantes.

    Não quero me estender mais. Peço que joguem em nome do nosso amor. Peço que não manchem a nossa história com a pior mácula de todas que é um rebaixamento. O futebol do Flamengo já nasceu grande. Em 1912 não disputou segunda divisão do Carioca. Ele já entrou na primeira e desde lá nunca manchamos a nossa história a tal ponto. Como vocês querem ser lembrados no futuro? Querem essa mancha preta no currículo de vocês? Querem ser considerados e lembrados como os piores jogadores de nossa história? Vocês estão no maior Clube desse país. Vestindo a camisa de Zico, Junior, Valido, Moderato, Leandro, Zizinho, Rondineli, Domingos da Guia, Doval, Petkovic… Nenhum deles foi rebaixado, pelo contrário, foram campeões, e quando não foram, não deixaram de honrar a nossa história, o nosso manto!

    Corram, lutem, tenham raça, joguem com vontade, mas não por fulano e nem beltrano, e sim pelo nosso sentimento de amor ao Flamengo, o bem mais precioso de nossas vidas!

    Atenciosamente,

    Tulio Rodrigues (@PoetaTulio)

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.