NA WEB
    Google+

    Flamengo saindo do sufoco na base do… sufoco

    Por em julho 27, 2015

    Acho que o Ministério da Saúde deveria rapidamente inserir uma cartela de advertência antes de cada jogo do Flamengo. Que isso! Mais um sufoco master pra suportar numa tarde de domingo, em que na teoria é pra ser um dia de tranquilidade e descanso.

    Nos primeiros 45 minutos eu não sei o que estava mais feio, o jogo ou camisa do Goiás com um monte de assinaturas. E quando a partida melhorou, foi apenas do lado do mandante. Ainda bem que está realmente impressionante a melhora do rendimento do César defendendo o gol rubro-negro. Se não fosse pelas diversas excelentes defesas e também a falta de pontaria do adversário, a gente teria praticamente perdido o jogo antes mesmo da segunda etapa.

    cirino_goias_flamengo_gilvan_souza_2

    O Flamengo estava mais apagado que hora de cantar “Parabéns pra você”. E apesar das atenções voltadas merecidamente pro Guerrero, a partida mostrou a importância que o Sheik tem hoje nesse time.

    Para o segundo tempo o Cristóvão fez ótimas substituições, tirando o Ayrton que estava deixando uma avenida pela lateral, e também o Canteros, que não só estava nulo como também fazia com que o esquema com três volantes fosse mantido. Sendo assim, Pará e Alan Patrick foram colocados em campo.

    Não demorou nada para que as mudanças surtissem efeito, principalmente ofensivamente. Além de boas participações do Alan Patrick, o Marcelo Cirino passou a jogar melhor e inclusive fez uma jogadaça que quase resultou em gol do próprio Alan.

    alan_patrick_goias_flamengo_gilvan_souza

    Comprovando a eficiência da substituição e a melhora por parte do Cirino no segundo tempo, o gol rubro-negro se iniciou com um passe do Alan pro Guerrero, que fez a assistência deixando o Marcelo na cara do gol pra finalizar e fazer o único gol do jogo, que significou a vitória do Flamengo. Embora o Guerrero tenha terminado pela primeira vez sem mandar pra rede, o passe certeiro dele fez com que mantivéssemos 100% de aproveitamento com ele em campo.

    Agora com 19 pontos conquistados, estamos na 11ª posição e nos afastando da zona de rebaixamento. Na base do sofrimento e do sufoco, mesmo que o Flamengo não tenha jogado nada bem em grande parte do tempo ontem, o fato de termos vencido alivia as coisas, e pode nos colocar no caminho de finalmente estabilizar a montanha-russa rubro-negra.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.