Google+

A hora é agora, Flamengo

Por em setembro 3, 2015

O Flamengo fez o contrário do que estávamos acostumados até então na temporada. Em vez de piorar após marcar o gol, foi exatamente aí que o time cresceu na partida e passou por cima do Avaí. Antes disso o time estava confuso, muito mal, o jogo estava ruim e o adversário estava um pouco melhor e pressionando.

Como sempre digo e não canso de repetir, quando se toca a bola com calma e sem chutão coisas boas acontecem. Os três gols de ontem saíram por conta disso, sem contar que dois deles tiveram inclusive toque de calcanhar. Aliás, o que está acontecendo com o Canteros? Nas últimas duas partidas ele resolveu acordar e jogar bem.

kayke_gol_3_flamengo_avai_020915

Mas quem está bem mesmo é o Alan Patrick. O toque de bola do Flamengo foi fundamental para o resultado excelente, porém muito disso se deve a ele. Só ontem foi um gol, participação no segundo com um passe também de calcanhar e excelente assistência no terceiro do jogo e segundo do Kayke pra fechar o placar.

Não que justifique, de maneira alguma, mas pelo fato do Alan Patrick estar jogando muito e fazendo a diferença, ele definitivamente fez muita falta na Copa do Brasil. Por falar nisso, futebol é um negócio muito doido mesmo. O Flamengo ganhou de 3 a 0 do Avaí, que derrotou o Internacional pelo mesmo placar, que destruiu o Vasco por 6 a 0, que eliminou a gente da Copa do Brasil. Eu hein, vai entender.

Voltando ao jogo, nem tudo é elogio. Novamente a zaga poderia ter complicado pra gente na noite de ontem. Se não fosse a trave e as grandes defesas do Paulo Victor, agora o clima poderia ser outro. Precisamos urgentemente de ajustes defensivos.

Domingo é dia de clássico contra o Fluminense no Maracanã com importância absurda. A vitória significa ultrapassar o tricolor na tabela e quem sabe até ficar a um ponto do G4, dependendo dos outros resultados. Se o Flamengo quer ressuscitar em 2015 e aprontar surpresa boa, a hora é agora.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.