NA WEB
    Google+

    Flamengo chutando as estatísticas

    Por em setembro 14, 2015

    A matemática sempre foi o meu forte, números, contas, probabilidades, sempre me encantaram e no dia-a-dia das vendas acabam não me abandonando. Entretanto, se tem algo que acho inútil no futebol é a tal da estatística. Fico imaginando a cara do Tristão Garcia ao ver Luiz Antônio acertar aquele balaço no ângulo da raposa. Deve ele ter ficado ainda mais Tristão ao ver Paulinho num chutaço de voleio acertar lá onde a coruja dorme e jogar por terra toda a matemática de um time que só havia perdido duas partidas nos seus domínios.

    flamengo_chute_estatisticas_gol

    O futebol é mesmo uma caixinha de surpresas encantadoras e apaixonantes justamente porque contraria qualquer lógica. E mesmo sendo a magnética a torcida mais movida pelo oba oba e diminutas possibilidades, há 6 rodadas atrás só ouvia falar em fim de 2015, meio da tabela, Z4 etc.

    Eis que das cinzas renasce o Mengão, justamente após uma eliminação para nosso maior rival, tendo perdido os principais jogadores, eis que renasce o TIME, o conjunto, uma arrancada e uma sequência que desde 82 não se via. E como não alimentar sonhos maiores? Afinal não ganhamos esses jogos na sorte, jogamos bem, nos impomos, fomos melhores, fomos o Flamengo que a Nação tanto espera.

    calculadora-financeira-hp-12C-1O título é sim um sonho mais distante pois os que estão à frente parecem focados e com regularidade. Mas aí vem de novo o fator futebol. O esporte onde o improvável pode acontecer e isso é justamente o que move tamanha paixão. E de paixão a magnética entende bem. Rapidamente atende ao chamado e lota as arquibancadas, joga a euforia mais pra cima e se farta da alegria provocada por cada vitória e aumento percentual nas falidas estatísticas.

    Uma coisa é certa, aquele 2015 que estava acabado, ficou bem mais animado e nossos dias de curtição não ficarão mais guardados para 2016, estamos vivos, muito vivos. O que vai acontecer não ouso imaginar. Todas as minhas previsões esse ano já fracassaram. Quando achei que íamos engrenar, patinamos, quando achei que não faríamos mais nada, ressuscitamos.

    Prefiro não prever mais nada e apenas curtir o momento e o que tiver que vir, pois o melhor de tudo é curtir o amor, é se deleitar com tudo que ele proporciona, alegrias, tristezas, surpresas e decepções.

    Como já cantou o Rei: “Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi!”

    gol_2_chapecoense_flamengo_130915

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.