Google+

Baita clima de fim de festa

Por em novembro 20, 2015

A difícil de missão de falar alguma coisa, quando não aconteceu absolutamente nada. O jogo de ontem foi tão nulo que quem assistiu pela Globo pôde ver que a partida teve a transmissão interrompida (ou com a tela dividida, que é quase a mesma coisa) por incontáveis vezes. Esse fato é facilmente entendido, visto que obviamente uma disputa que envolve um time que luta contra o rebaixamento e outro que poderia se confirmar como campeão é muito mais atrativa.

jorge flamengo santos

Na Vila Belmiro a única coisa que estava valendo era a quarta posição para o Santos. Que emocionante. É nessas horas que se torna impossível não reclamar novamente desse formato de competição por pontos corridos. Sério, até hoje não teve um argumento que ao menos minimamente tenha me levado a aceitar que isso é maneiro. Nada substitui uma final de campeonato. E inclusive, já que falei de atrativo para as emissoras, nem precisamos comentar sobre o que acarreta um evento desse.

Não sei se foi pela minha dificuldade de prestar atenção em um jogo tão sem graça, em uma situação de valor igual, ou se realmente não aconteceu nada. O que eu acredito que traria motivos para se prestar atenção nas rodadas que ainda faltam, é se colocassem em campo aqueles que ainda não estão com passagem garantida para a barca de 2016 e também a garotada da base.

O Oswaldo fez isso no segundo tempo do amistoso contra o Orlando City. E as próximas rodadas do Brasileirão pra gente são o que? Até porque, qual é o sentido de olhar o mesmo time que fracassou o ano inteiro, disputando partidas que não valem absolutamente nada?

O pior de tudo é saber que apesar do baita clima de fim de festa, onde já até tocou Kid Abelha, Twist and Shout e Let’s Twist Again, daqui a poucos dias o campeonato acaba e vai bater aquela saudade do Flamengo. Mas aí só veremos de novo no ano que vem, e tomara que lá as coisas caminhem para uma direção bem diferente.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.