NA WEB
    Google+

    Flamengo segue em sua campanha invicta na Copinha

    Por em janeiro 18, 2016

    Deixemos de lado as promessas políticas e a enxurrada de assuntos que não tem nada a ver com o campo e vamos nos ater ao que realmente interessa ao torcedor: o Flamengo segue na sua campanha invicta na Copa São Paulo de Júnior.

    Ontem, mesmo com um segundo tempo muito abaixo do que pode render, o já classificado time do Flamengo (devido a um regulamento esdrúxulo) acabou cedendo o empate por 2 x 2, para o Bahia, mas conseguiu vencer nos pênaltis.

    flamengo_copinha_bahia_2016

    Mas, como para mim e para grande parte da torcida, o que interessa na base é a revelação de jogadores que possam servir ao time principal, temos algumas esperanças no time que vem disputando a principal competição de base do país.

    Inclusive, alguns jogadores sairão da Copinha diretamente para servir ao Muricy Ramalho e sua comissão técnica. Os 3 maiores destaques da competição são o centroavante Felipe Vizeu (com seus cinco gols e duas assistências),  o zagueiro e capitão Leo Duarte e o cabeça de área Ronaldo, que começou a jogar em sua real posição e cresceu bastante de produção, comparando com o ano passado, quando o mesmo atuava de lateral direito.

    Analisando essas três promessas, vemos que por uma coincidência, duas posições nas quais a diretoria ainda não conseguiu atender aos desejos de Muricy são as que atuam os meninos da base. Um zagueiro que jogue pela direita e um volante com qualidade de saída de bola. Além disso, no elenco profissional, temos Guerrero como titular da camisa 9 e o outro atacante que se assemelha um pouco com a característica de jogar como referência, é o contundido Kayke.

    Ou seja, talvez o destino esteja se ocupando de oferecer a chance que os meninos precisam para poder mostrar o potencial que possuem e, quem sabe, seguirem os passos do lateral esquerdo Jorge.

    flamengo_copinha_2016_3

    Contudo, tenhamos calma com as promessas de nossa base, pois sabemos que nos últimos tempos, o que mais vimos são eternas promessas que são queimadas constantemente com lançamentos precipitados e a falta de tato das comissões técnicas em aproveitar os jovens jogadores no time. A torcida rubro negra torce para que com Muricy Ramalho e sua vontade de trabalhar integrado com a base, as coisas comecem a mudar de figura e nosso lema, do qual temos tanto orgulho, possa voltar a fazer jus dentro dos muros da Gávea: “Craque o Flamengo faz em casa”.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.