Google+

Flamengo, como explicar aos nossos filhos tamanho vexame?

Por em abril 25, 2016

Deixei a Arena da Amazônia onde, na companhia do meu filho mais novo de 8 anos, fui testemunhar a nona partida do Flamengo contra o Vasco sem vitória (e a terceira eliminação seguida contra eles).

Escrevo sob o efeito da pergunta do meu filho do porquê de termos uma torcida tão numerosa se somos um time ruim. Sim, ele disse que SOMOS um time ruim!

Para quem tem a idade dele, fica meio difícil entender que estamos com um time ruim. Ele está crescendo na era Wallace! Há algo de podre no reino de Zico!

guerrero_flamengo_vasco_manaus_2016

Por que Guerrero se tornou apenas um peso no orçamento quando é artilheiro da Copa América por duas edições seguidas? Por que Ederson jogou melhor quando chegou bichado da Europa do que após a pré-temporada mais longa que se tem notícia? Por que o lateral que colocou Armero no banco, hoje parece sombra de quando subiu para os profissionais? Por que Canteros se aposentou em atividade no Flamengo?

Por que Pelaipe conseguiu montar um time que nos deu momentos de orgulho com metade da verba e Rodrigo Caetano não consegue? Por que, recebendo em dia, nosso time corre menos que times com salários atrasados?
Por que Muricy escalou time misto no mata-mata da Primeira Liga depois que EBM cansou de dizer que ela era prioridade? Eles conversam?

O Flamengo mais de 50 jogadores, uns 7 treinadores além de 3 gerentes desde 2013. Está ficando meio inevitável pensar que o problema pode estar acima deles. A era dos CEOs está deixando o Flamengo sem alma.

P.S. Falei ao meu filho sobre Domingos da Guia, Dida, Zico, Adriano, e sobre como somos um clube forjado pela raça de quem veste o Manto. Quando não dava na técnica, dava na disposição. Falei sobre Fio Maravilha, Rondinelli, Nunes, Bujica e Angelim. Espero que ele, e outros, um pouco mais velhos, entendam que o Flamengo é mais do que um centro de inteligência pode captar. Me ajuda Flamengo! Meu filho está crescendo!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.