NA WEB
    Google+

    Perdemos um Rubro-Negro…

    Por em junho 6, 2016

    Infelizmente perdemos um Rubro-Negro… O Estádio não é lugar para marginais, mas a impunidade os fez. O Estádio é lugar de festa e esse é o dever das torcidas, gritar, xingar, empurrar seu time para a vitória.

    Mais que a derrota, perdemos um Rubro-Negro para a incompetência dessa gestão que parece que nunca sentou em uma arquibancada. Digo arquibancada, não cadeira, cadeira numerada, camarote azul. Arquibancada. Pessoas que não sabem nada de futebol palpitam o Futebol do Flamengo. Eles não sabem o que significa jogar em casa, o que significa ter 90% da Torcida no estádio. Não sabem o ganho esportivo disso, muito menos o valor de uma vida Rubro-Negra.

    flamengo_brasilia_rubro-negro

    A cada derrota do Flamengo onde tento esboçar a minha filha o porquê ser Rubro-Negro, encontro mais dificuldades. Não temos a alma que eu conheci, não temos a vontade, a disposição, não temos o povo do nosso lado. Não temos estádio! Sabíamos disso. Todo mundo sabia que iria acontecer os Jogos Olímpicos no Rio, menos o Presidente do Flamengo, que está chefiando a delegação da Seleção, enquanto o Flamengo troca espaço por wi-fi, colchões e pizzas para um ou outro nas redes sociais. O mesmo que está baixando a cabeça para a CBF que tanto criticou, arriando as calças, nos fazendo ter vergonha da imagem que passa.

    Nesse sentido, entrevistado por Mauro Cezar Pereira em seu blog, Fred Luz, CEO do Flamengo disse:  “Nesse jogo em Brasília a torcida do Palmeiras comprou muito dos ingressos na zona mista, o que ajudou a termos recorde de público no brasileiro. Hoje, aqui em Brasília , tivemos pela primeira vez um caso onde a torcida adversária foi expressiva. E os ingressos não esgotaram. Não faltou ingresso para o torcedor do Fla que desejou ir ao jogo”, respondeu o cartola.

    Insistimos no questionamento ao dirigente: se a torcida rubro-negra é confinada a um pequeno espaço nos estádios como o do Palmeiras, por que a diretoria do Flamengo permite aos torcedores rivais ficarem espalhados confortavelmente em Brasília como aconteceu com os corintianos no Maracanã em 2015? A resposta de Luz: “O Flamengo não deve ter praticas ruins só porque outros praticam”.

    fred_luz_flamengo

    Antes que se perca todo “Rubronegrismo”, ou que percamos uma nova geração de Rubro-Negros se faz necessário uma revolução no comando do Flamengo. Hoje perdemos um Rubro-Negro, amanhã podemos não ter nenhum.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.