Google+

Para o Flamengo, ter um seu estádio é obrigação

Por em julho 18, 2016

Nos últimos tempos está complicado ser Flamengo. Primeiramente, não temos lugar para torcer, não temos Estádio aqui no Rio, estamos órfãos da sensação de ter uma casa, sentimos falta de brigarmos entre nós mesmos, discutirmos nossas opiniões sobre o Mais Querido na arquibancada ou no chope do pós jogo. Em segundo lugar o clima eleitoral ainda permeia qualquer afirmação, isso oito meses após as eleições.

Nas redes sociais se você elogia é azul, se critica é verde. Da minha parte, mesmo antes de conhecer a política do clube, sempre fui crítico, o que é acerto é digno de palmas, os erros têm que ser apontados, doa a quem doer. Já não sou mais verde, nem azul, meu sangue é RUBRO-NEGRO. Dito isso, vamos ao que interessa.

oie_f3WGcdbkObd2 flamengo estadio arena gavea

Estádio é obrigação!

Na verdade ter estádio deveria ser obrigação desde 08 de novembro de 1911, quando uma seção de futebol no Flamengo foi criada. Se não construímos uma casa até hoje, muito se deve a incompetência das diretorias que passaram por lá desde então, junto com a facilidade do acesso ao Maracanã. Já não é de hoje que sentimos na pele a falta que ter um estádio faz, seja pelas vezes que o Maracanã foi fechado para obras superfaturadas, seja por gozações dos outros times grandes do Brasil (Brasil, no Rio não temos rivais).

Mas, nesse ano de 2016 estamos de parabéns, desde outubro de 2009 sabemos que haveriam os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro e que desta forma as opções viáveis na cidade estariam ocupadas, e daí o que fizeram os cartolas que estavam no poder desde então? Absolutamente nada.

Não fizeram, não pensaram, ou pior, por opção não buscaram ter um estádio. Por que digo ‘por opção’? Na minha concepção, como a atual gestão não conseguiu os patrocínios que estavam no orçamento, jogar fora (Brasília, Manaus, Natal…), por ser mais rentável foi a escolha feita para compensar esse buraco. Mas, isso é um achismo – ainda quem muito palpável – meu.

Depois de sete meses de vai ou não vai, o Flamengo conseguiu jogar no Rio. Mas, infelizmente, foi em um arremedo de estádio que foi construído pelo pequeno Botafogo. Vergonha maior não há. Sendo criticada, a cartolada conversa com o Fluminense (implora) para poder jogar em Edson Passos, outra conquista de um clube muito menor que o nosso. Mas, e a Flamengo? Vai esperar até quando?

flamengo-gremio-brasilia-alexandrevidal-flaimagem

Fora o péssimo resultado esportivo que as viagens proporcionam, fora ficar longe da torcida, fora a diminuição do programa de sócio torcedor (muitos se tornam sócios apenas pela facilidade de ir ao estádio) o que os Cartolas do Flamengo têm feito para deixarmos de viver de aluguel, de deixar o torcedor passar vergonha e finalmente o Maior do Mundo ter uma casa?

Existe um monte de “parece que”…

Parece que…  A Odebrecht vai devolver a concessão do Maracanã para o Estado, sendo assim o nosso potente alcaide, visando a eleição de seu sucessor nas próximas eleições municipais, prometeu repassar o Estádio para Flamengo e Fluminense. Contudo, além de um grupo de estudos de viabilidade, o Flamengo não mostrou ao seu maior sócio (a torcida) qual é o planejamento para isso acontecer, em que status essa promessa realmente está, se o clube procurou o concessionário para saber se realmente vão entregara a concessão, se o Estado vai abrir licitação, se vai ser nos moldes que permita o Flamengo gerir, ou seja, o FLAMENGO não tem nada sobre essa opção.

Parece que…  Um sócio, tem um projeto de uma arena em Guaratiba. Da mesma forma, a administração atual não opinou sobre a opção. Não deixa que este projeto seja apresentado para os conselheiros, não se sabe a real viabilidade ou não, nem prós, nem contras. A torcida merece uma opinião, merece uma resposta.

Parece que… Exite um plano de construir uma arena para 25 mil pessoas na Gávea, mas, lá o clube não conseguiu liberar nem a Arena McFla, ou seja, existe mesmo essa possibilidade?

Parece que… A gestão procurou o Botafogo para assumir o Engenhão. Mas, se procurou, os cartolas rubro-negros não confirmaram, nem desmentiram. Cadê a transparência?

Além desses “Parece que”… Tem as do terreno em Caxias ou em Nova Iguaçu, tem a possibilidade da Leopoldina, mas, na verdade o Flamengo não tem rigorosamente nada.

Desta forma, sofrendo de abstinência, hoje completando 35 anos nunca fiquei tanto tempo sem ir em um jogo do Flamengo. Solicito que a diretoria bata o martelo em algum plano desses. Que ela seja realmente transparente, mostrando a torcida se ela deve pressionar o Estado, o Município, o Governo Federal, quem a gente precisa apertar para conseguirmos finalmente ter a casa própria.

O Flamengo não pode ficar estagnado sem uma casa para jogar, vendo os pequenos vasco, botafogo e fluminense fazendo o Mais Querido passar vergonha neste quesito.

Além do Brasileiro…  O ESTÁDIO É OBRIGAÇÃO!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.