NA WEB
    Google+

    Vamos falar de Maracanã

    Por em outubro 13, 2016

    Estava pronto para escrever sobre a sensação de voltar ao Maracanã…

    Sobre a saudade, sobre o todo o sentimento que envolve o Rubro-Nego e o Maior do Mundo. Mas, infelizmente não vai ser “só” isso, ontem no fim do dia começaram a pipocar informações de pessoas defendendo um valor inicial de 400 pratas ou mais para o jogo contra os Gambás. Isso não pode ser sério! Sempre bati nesse quesito, os argumentos sempre são os mesmos… Meia entrada, gratuidade, custo de operação, etc… Sério, isso é problema do clube, não do torcedor!

    oie_2KPrBWKMS4eE flamengo torcida maracana antigo

    Muitos vão dizer que no futebol atual, esse é o jogo a ser jogado, que o esporte bretão está elitizado mesmo, que é culpa das arenas, gente, pode parar por aí! Não entra na minha cabeça a necessidade de se cobrar R$ 160,00 para ver um jogo em Cariacica (Reclamei disso… olhem no meu TT), temos que saber fazer conta e ter a certeza que o sucesso financeiro dessa gestão (falando desde 2013) vêm muito mais das negociações de TV, corte de custos e negociação de dívidas,  do que o valor de renda de arena. Se Flamengo saiu da lama, não foi por conta de ingresso, ou mesmo do esquálido programa de Sócio Torcedor, muito mal trabalhado por sinal.

    Falo isso e realmente me importo, pois, não acho que o Maracanã ou o Flamengo tenham que ser elitizados… O povão faz parte do Flamengo/Maracanã assim como o Flamengo/Maracanã foram feitos da imagem do povão. Não posso conceber um Flamengo com uma torcida pálida, não posso sentir um Maracanã sem a pulsação do povo, que sinceramente é quem faz a festa. Quantas vezes consegui entrar no Maracanã economizando apenas a grana da passagem da escola? Quantos não deixavam de almoçar para ir ao jogo do Flamengo? Quantos corações Rubro Negros não nasceram naquela arquibancada? Sempre tivemos o orgulho em dizer que no jogo do Flamengo no Maracanã era o lugar onde o empresário abraçava o mendigo. E hoje vamos deixar acabar com isso? Em nome de uma “nova ordem” do futebol mundial?

    torcida-flamengo-maracana-1979-1024x651

    O Maracanã sempre foi a imagem da democracia Flamenga não é agora que devemos deixar que isso acabe. Temos que formar as novas gerações de rubro negros, com o orgulho de ser Mulambo, ser Favela, como sempre fomos e como fomos criados. Havia muita coisa ruim no antigo Maracanã, claro, assim como nesse também têm. O que não podemos deixar acontecer é que meia dúzia de azulejos e água no banheiro sejam argumentos para elitizar o nosso futebol, nós Rubro Negros temos isso como dever, não é opção!

    E já me adianto, isso mesmo sem saber se o Flamengo vai mesmo pegar a gestão do estádio, ou ainda sem saber o preço que será cobrado para os 04 jogos que nos restaram no ano de 2016. A torcida do Flamengo não merece ser esquartejada por regras de mercado, regra de procura e demanda. O Flamengo não merece isso, o Maracanã não é o mesmo, mas, nós somos os mesmos, somos Flamengo, da Baixada, da Zona Oeste, do Morro, do Asfalto, da Zona Sul, da Zona Norte, precisamos nos encontrar e fazer nossa festa. Todos juntos, do mendigo ao empresário, precisamos voltar a ver o Flamengo no Maracanã. E o Maracanã precisa do povo para voltar a sorrir!

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.