Google+

Presidente do STJD lamenta ação após Fla-Flu

Ronaldo Piacente diz que órgão tentará antecipar o julgamento do caso. CBF retirou os três pontos da vitória do Flamengo até que haja uma resolução para o caso

Por em outubro 18, 2016
fluminensevflamengobrasileiraoseries2016kjv7jj9dmo5l_stjd

Entra ano, sai ano e o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) segue sendo protagonista do Campeonato Brasileiro. Agora, o órgão julgará a confusão ocorrida na partida entre Flamengo e Fluminense, dia 13 de outubro, quando o juiz Sandro Meira Ricci anulou um gol do zagueiro Henrique, do Tricolor carioca, voltou atrás, confirmou o gol e, alertado pelo inspetor da arbitragem, impugnou novamente a jogada. O clube carioca entrou com pedido de anulação da partida, que será julgado pelo Pleno do STJD.  Enquanto isso, os pontos conquistados pelo Flamengo foram retirados.

Para o presidente do STJD, Ronaldo Piacente, é péssimo que todo ano isso aconteça.

– Realmente, é muito ruim. Não é bom para os clubes, não é bom para os torcedores, não é bom para o tribunal. O jogo deve ser decidido dentro das quatro linhas. É muito ruim quando algo diferente disso acontece. Isso mancha o campeonato – afirmou o dirigente.

fluminensevflamengobrasileiraoseries2016kjv7jj9dmo5l_stjd

A sessão que decidirá se o jogo valeu ou não está marcada para o dia 15 de novembro, mas Piacente quer antecipar para que o caso seja solucionado logo.

– Eu tenho que respeitar todos os prazos. A previsão é que a sessão ocorra até o dia 15 de novembro. Mas na quinta-feira vou ter uma reunião com os membros do Pleno para que seja estudada a possibilidade de se realizar uma sessão extraordinária. Nesse caso, poderíamos antecipar um pouco – ressaltou.

Enquanto o pedido de anulação não é julgado, o STJD pediu que a CBF retirasse os três pontos do Flamengo, que caiu para 57 na tabela de classificação, sete a menos que o líder Palmeiras. Se o duelo for cancelado, uma nova partida será disputada desde o início, em local a ser marcado.

GE

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *