Google+

Flamengo do povo

Por em outubro 20, 2016

Sim, sei que somos 40 milhões e que não existe estádio com essa capacidade. Sim, também reconheço a demanda reprimida, e que preço e oferta são o que constroem o sistema mercadológico. Concordarei com todas as afirmativas econômicas que usarem. Mas, é impossível não ficar com o coração apertado vendo filas enormes na porta do Maracanã e na Gávea, e saber que esses Rubro-Negros não vão conseguir participar do jogo de domingo.

O pior, é ter esse sentimento ligado à sua opção de ser Flamengo. Não escolhi o Flamengo por ser apenas um clube vencedor ou por ter um ídolo, escolhi por sua Torcida. A miscigenação que ocorria no antigo Maracanã é coisa para sociólogos, antropólogos estudarem. Não conseguirei fazer de forma acadêmica, mas posso contribuir com o emocional.

torcida-do-flamengo-jorge-1260x710

O Flamengo sempre carregou o título de time do povo. E o Maracanã era o símbolo máximo disso. Um gol fazia o Rubro-Negro mais pobre a abraçar o mais rico. O jogo do Flamengo era a maior demonstração de democracia que existia. A sociedade conversava, tinha de tudo, um estádio multicolorido, onde a classe social não importava, todos estavam em busca da vitória e com apenas um pensamento, o Flamengo.

trem-mengao-flamengo

E é por isso que não consigo admitir o Flamengo virar as costas para esse público. O Clube não pode deixar para trás quem o elevou a título de Nação, justamente por essa mistura étnica e social. Entendo o momento, e problema de não termos um Estádio próprio, e que isso faz ficar mais complicado conseguir atender a todo mundo. Acredito, até por ser ST desde o primeiro mês, que o Sócio Torcedor é o futuro. Faz parte do futebol moderno e é essencial para qualquer clube, pois, não se pode virar as costas para essa receita.

A forma certa para não perdermos esse público, o povão, sinceramente não sei, tenho algumas ideias. O Programa de ST pode ter preços diversificados, inclusive sendo mais baratos para quem não mora no Rio. Aumentar a segmentação do ST seria um dos pilares dessa mudança. Diversificar valores de acordo com classe social, lugar onde mora, dentre outras opções. Uma outra opção necessária é a milhagem. Não acho justo o cara que acompanhou todos os jogos, não conseguir comprar o ingresso da final por conta das prioridades. Eu já passei muito por isso, mesmo quando não existia Sócio Torcedor. 2009 é um caso. Fui a todos os jogos do Brasileiro e só não fiquei de fora do jogo final, pois, tinha R$ 380,00 para dar ao cambista.

oie_M1SWF4dCYekw sócio torcedor flamengo sócio-torcedor do flamengo maracana

Uma outra solução que me veio pela manhã, ao ver as imagens do Maracanã, é criar uma cota de ingressos que serão vendidos fisicamente. Por exemplo: se no Setor Norte cabem 20.000 pessoas, 5.000 ingressos seriam destinados à compra física, ou de quem não é Sócio Torcedor. Fazendo isso em todos os setores, o Clube daria a chance de pessoas com menos acesso ao sistema bancário a participar da festa. O grande problema dessa parte da população muitas vezes não é a internet, ou mesmo o dinheiro do ingresso, já que o desconto do ST já o faria valer a pena, olhando apenas esse viés. É a falta de informação ou formação, que faz com que essas pessoas não tenham acesso a bancos, cartões de crédito, ou mesmo não fazerem compras online,  por medo. Sim, é um problema social não é econômico.

E por isso, como time do Povo, cabe ao Flamengo romper as barreiras sociais que tomaram conta do velho esporte bretão, que um dia foi da elite, mas, que se transformou ao cair no gosto do mulambo. Cansei de ir ao Maracanã juntando os trocados da merenda e passagem, saindo da Baixada Fluminense para pegar filas quilométricas… Graças a Deus hoje posso comprar pela internet, mas, gostaria que outros tivessem a mesma oportunidade de ser Flamengo como eu fui.

maracananos50s2

O Maracanã precisa do povo, que precisa do Flamengo, que precisa do Maracanã. O povo não pode ficar de fora dessa cultura que ele mesmo criou, já perdemos o Samba, não nos faça ficar longe do Futebol. Flamengo essa missão é sua! O Maracanã é meu, é seu, é de quem anda de Ferrari, mas, também é do bonde do busão, é de quem pega o trem, é de quem tem todos os dentes na boca e de quem não tem nenhum, é do branco, do negro, do amarelo, do vermelho e preto. O Maracanã é nosso! Não deixe isso morrer!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.