Como Zé Ricardo controla o vestiário do Flamengo

Zé Ricardo entrou pela primeira vez no Ninho do Urubu para dirigir um treino do time profissional do Flamengo há cinco meses. De interino após a saída de Muricy Ramalho a uma das revelações do Campeonato Brasileiro, o novato precisou de muita conversa para surpreender e ser efetivado no comando do Rubro-negro.

Ele sempre foi apaixonado por futebol e um estudioso da bola. Faltava experimentar os bastidores do departamento profissional e passar pelo desafio de enfrentar personalidades nem sempre tranquilas. O começo da trajetória foi complicado, mas o novato colocou em prática uma espécie de mix de Tite e Muricy para controlar o vestiário e ajudar o Flamengo a brigar pelo título brasileiro.

ze_ricardo_flamengo_sao_paulo_1

O UOL Esporte levantou detalhes do dia a dia do Rubro-negro sob a direção do técnico de 45 anos. Zé Ricardo é bastante respeitado entre os atletas, mas sabe que sofre da máxima comum aos treinadores: quem joga, gosta. Quem não joga, já não gosta tanto assim. É na base da conversa que ele contorna os problemas.

Logo que assumiu, Zé se revelou um adepto da meritocracia tão defendida por Tite, comandante da seleção brasileira. Treinou bem? Jogou bem? Continua no time principal. Foi assim com a maioria dos titulares atuais do Flamengo. No início, o treinador sofreu alguns questionamentos, mas impôs o estilo e passou a ser respeitado mesmo pelos mais contrariados.

Se Zé Ricardo busca seguir a linha de Tite para escalar a equipe, fora de campo ele é muito parecido com Muricy. O morador de Vila Isabel, zona norte do Rio de Janeiro, não leva a amizade com os jogadores para fora do trabalho. Existe uma certa distância, da mesma forma com a qual o antecessor conduzia o dia a dia no Ninho do Urubu.

UOL

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.