NA WEB
    Google+

    Flamengo cria força-tarefa para contratar Vitinho

    Por em novembro 11, 2016

    O Flamengo está determinado e decidiu intensificar os esforços para contratar Vitinho, atualmente no Internacional. O atacante de 23 anos é o principal desejo dos dirigentes para resolver um dos problemas do time, mas toda e qualquer movimentação até a virada do ano renderá notificação em Porto Alegre.

    Por contrato, o Inter tem prioridade na compra dos direitos do atacante. O clube gaúcho já manifestou interesse na transferência, porém não debateu valores.

    No Rio de Janeiro, uma autêntica força-tarefa foi montada para tentar resolver a questão, mas não há prazo para o desfecho pela complexidade do negócio. Pelo menos cinco dirigentes participam das conversas e o aspecto financeiro é um empecilho considerável devido aos valores envolvidos. Vitinho está emprestado ao Internacional até o fim do ano, mas tem vínculo com o CSKA até 2018.

    Os russos não desejam um novo empréstimo e querem algo em torno de 8 milhões de euros – cerca de R$ 29 milhões – para negociá-lo em definitivo. O valor é considerado elevado nos bastidores da Gávea e vem atrelado ao salário base de R$ 700 mil. O ex-executivo da Traffic e integrante do departamento de futebol, Fernando Gonçalves, é o principal entusiasta da contratação. Ele sugeriu o jogador em pelo menos outras duas janelas de transferências.

    Vitinho-CSKA-Foto-Site-Oficial_LANIMA20140703_0011_49

    Fernando funciona como uma espécie de conselheiro do diretor geral Fred Luz, responsável pelos primeiros contatos com Vitinho, seu pai Rinaldo Santos e o empresário Miguel Góes. Todo o processo foi autorizado pelo presidente Eduardo Bandeira de Mello e tem a supervisão do vice de futebol Flávio Godinho e do diretor executivo Rodrigo Caetano.

    Com diferentes formas e esforços, os envolvidos estudam o melhor jeito de a transferência acontecer. O negócio não é simples e existe uma limitação financeira para 2017 ainda em análise. No entanto, algumas possibilidades foram debatidas. Uma envolve o investimento na compra do atacante de forma parcelada ou até envolvendo outros atletas.

    A alternativa trabalha em cima da extensão do vínculo com o CSKA-RUS para que o clube aceite emprestá-lo novamente por uma temporada ao futebol brasileiro. Ambas têm custos elevados. Existe um acordo prévio entre as partes no que envolve a questão salarial. Porém, negociar com os russos não é tarefa fácil.

    Por que o Inter ainda não fez proposta

    O tema é tratado com cautela no Beira-Rio. Ainda brigando para escapar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Inter procura o melhor modelo financeiro para apresentar a proposta aos russos. Uma parceria com o empresário Delcir Sonda, a título de empréstimo, pode ser adotada.

    Sonda é investidor antigo do Inter, antes mesmo da criação do Grupo DIS – o braço esportivo das empresas do empresário. Depois da nova regra da Fifa, que impede a participação de terceiros nos direitos econômicos de jogadores, ele passou a emprestar recursos em troca de quitação parcelada e com juros abaixo do mercado.

    O fato é que o atacante é a prioridade absoluta do Flamengo. Outros nomes – Bernard é um exemplo – correm por fora. O Rubro-negro quer Vitinho e sabe que também precisa de paciência para obter êxito na operação. Todos os cartolas envolvidos não falam sobre o assunto, mas trabalham em diferentes frentes para que o atacante vista rubro-negro em 2017.

    UOL

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.