NA WEB
    Google+

    Torcer pelo Flamengo

    Por em janeiro 10, 2017

    Fazendo uma pesquisa pela internet, fui atrás do termo “torcedor” pelos inúmeros dicionários virtuais. A palavra teve origem no verbo latim “torquere” que tem o significado original de torcer, desvirtuar, distorcer, adulterar, tornar, virar, torturar e atormentar.

    Com o advento das novas tecnologias e das redes sociais, acompanhamos uma cena muito comum que se repete ano após ano. Saem os jogadores de férias e a torcida do Flamengo começa a debater pelas redes sociais a respeito de contratações e dispensas. Uns mais aflitos, tendem a apedrejar a lentidão de contratações, outros mais complacentes, passam a defender com unhas e dentes os dirigentes.

    Sem querer entrar no mérito de quem está certo ou quem está errado, gostaria de ver pela ótica ao contrário. Como vemos na raiz da palavra torcedor, podemos ter o ato pura e simples de torcer. Contudo, temos também os sentidos de distorcer, adulterar, atormentar. Este último significado cai como uma luva, sobre a vida dos dirigentes. Omissos, lentos, despreparados. Esses são apenas alguns dos “elogios” recebidos pelos cartolas rubro-negros. Porém, a cada nova contratação, passamos do céu ao inferno. Vejamos: “Contratou o Diego! Rumo à Tóquio!”; “ Renovou com Márcio Araújo! Pior diretoria do mundo!”; “Fechou contrato com a Carabao! Melhor Marketing de todos os tempos!” e por aí vai!

    Nessa guerra de opiniões e tortura, durante o período de férias e pré-temporada, vemos de tudo: Opiniões sobre jogadores que deveriam ser contratados, especulações (que por muita das vezes são jogadas pela imprensa, na falta de notícias), jogador que deve ser mandado embora. Ou seja, caso os dirigentes dessem ouvidos a todos os rumores, boatos e opiniões, fecharíamos um elenco com uns 120 jogadores a cada ano. Mandaríamos embora quase todo o elenco de ano para ano e contrataríamos sem critério financeiro. Além disso, contrataríamos praticamente todos os jogadores que fecham com outros clubes.

    Algumas mudanças nas conduções das negociações foram boas. Praticamente não existe mais aquele vazamento de informações desenfreado. Porém, a diretoria poderia não dar algumas declarações, que só aumentam o tumulto e a ansiedade entre a torcida (tais quais, ano mágico e que irá fechar o elenco antes da apresentação do time).

    Resta a todos nós, torcedores, acompanhar o trabalho da diretoria e TORCER para que nosso elenco seja o mais forte possível e que possamos entrar forte na Libertadores, em busca do tão desejado bicampeonato.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.