Google+

Copinha: Molecada S.A.

Por em janeiro 13, 2017

Novo Neymar, Novo Zico, Novo Pelé. O mundo “Black Mirror” (recomendo a série) em que vivemos é cada vez mais fixado na palavra “novo”. O mais recente app, o mais recente game, o mais recente escândalo, a mais recente tragédia… E o mais recente futuro maior jogador do planeta.

Não é de hoje que a gente sabe que cada vez mais cedo as grandes potências financeiras do futebol fazem uma colheita de futuras promessas dos gramados. Messi, o exemplo mais certeiro e aposta vencedora, foi para o Barça com apenas 13 anos de idade.

Vinícius Júnior, de apenas 16 anos e aparentemente com um futuro promissor, fazendo um resumo dos fatos, está tendo um bom desempenho na Copa São Paulo, na qual o Flamengo enfrentou até agora adversários de menor expressão no cenário do futebol nacional. Não que isso desmereça suas atuações. Mesmo porque o nosso time de futebol profissional já cansou de fazer péssimas partidas (nas 11 posições) contra os Nanicos do Carioqueta. Quem é bom de bola demonstra isso jogando contra os grandes ou contra o Quixeramobense Azul do Sudoeste.

Olhem isso…

El delantero de Flamengo brilla en la Copinha con 16 años, como en su día hiciera el hoy culé. Su cláusula es ya de 30M€. El Barça es el primer interesado.

Ok… Eu também não ablo espanhol, mas acho que dá pra todo mundo entender o que quer dizer esse trecho do texto (não devemos tomar por verdade absoluta o interesse do Barcelona, mas como duvidar?) publicado no AS da Espanha. Vem assinado por Aritz Gabilondo, blogueiro, jornalista, escritor, comentarista e um monte de outras coisas, pelo que pude checar em seu perfil no Twitter.

Pelo lado do business… Eita que o Boteco de quinta categoria tá todo trabalhado na poliglotice hoje. Enfim, pelo lado da grana, negócios são negócios e cada vez mais o futebol toma essa direção. Isso sem falar nos Megalhardários clubes chineses, que fazem investidas cada vez mais ousadas, assediando até mesmo os clubes da Europa.

Acho que então é hora de (vou dar uma smurfzada agora) investir pesado na base. Pelo andar da carruagem, nada será mais vantajoso que isso nos próximos tempos. Dá uma bola de meia na mão de um guri de 10 anos e, se ele mostrar algum talento, cria logo um vínculo e estipula multa de 50 milhões. Pelo lado desportivo, pode ser que a gente tenha sorte de conseguir aproveitar as promessas no time profissional por um ou dois anos. E ainda tem a vantagem de empurrar a Síndrome de Futuro Craque para os outros. Quem é mais cascudo sabe muito bem do que estou falando. Já tivemos várias eternas promessas no futebol brasileiro e que nunca concretizaram o teórico potencial.

Pelo lado psicológico é que eu não sei como fica. Como deve andar a cabeça do Vinícius hoje com essa repercussão precoce toda, tendo seu nome citado até em periódico espanhol? Eu já achei exagero até o pedido público do Patrick para ser aproveitado pelo Zé Ricardo. Se vão embora amanhã ou depois de amanhã para a Europa, China ou sei lá onde a gente não pode saber. O fato é que por enquanto são a Nossa Molecada. Pelo jeito vamos precisar criar um novo cargo no Departamento de Futebol, O Tio que Aconselha e Orienta. Aliás… O cara pode receber só um salário e trabalhar por dois, já que no time de cima também o povo muitas vezes precisa de um conselho… Um puxão de orelha… Ficar de joelho no milho… Essas coisas.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.