Google+

Flamengo x Gambá com cara de final

Por em janeiro 19, 2017

A molecada de Flamengo e Corinthians vai reeditar a final da última edição da Copinha. E… Sem querer desmerecer ninguém, e sem a menor intenção de inaugurar um oba-oba coletivo por parte de Urubus e Gaviões… Tá com maior carinha de decisão, tá não?

Claro que a gente se baseia aqui na noção imbecil de querer comparar, sem o menor esforço investigativo/informativo, os nomes e equipes dos elencos profissionais, com os jovens que disputam o Peneirão Vitrine de Luxo de início de temporada. Mas de qualquer forma… Faz certo sentido. Não todo sentido do mundo, mas algum.

Os times grandes de nome foram caindo um a um. Para essas quartas-de-final, além dos protagonistas da reedição de logo mais, o Batatais eliminou o Botafogo em disputa de nanicos, e o Paulista derrubou a Chape. Aliás, perde-se uma grande oportunidade social com a eliminação da Chapecoense. Como é notório que a Nação Anti-Flamengo, toda trabalhada em recalque, é uma das maiores torcidas do Brasil, imaginem só o que não seria uma final entre Flamengo e a simpática equipe de Santa Catarina. Além do ódio eterno não-oficializado, a torcida contrária traria em seu bojo toda a força do inconsciente coletivo que, na pós-tragédia, transformou a Chapecoense uma espécie de segundo clube de todos nós.

Pois bem… Se Batatais e Paulista vão disputar uma semi, do lado de cá, Corinthians e Flamengo medem forças para ver quem passa para um confronto que será contra Juventus-SP ou Bragantino. A gente pode até tomar aquela atitude protocolar de humildade e coisa e tal, mas tá todo mundo encarando a partida de logo mais como a decisão, não é mesmo?

Caminho perigoso, inevitável, e ideia que só não pode ser comprada pelos jogadores de Flamengo ou Corinthians. Do lado de cá das quatro linhas a torcida pode e deve confiar e comemorar antes da hora em caso de classificação. Dentro de campo os garotos têm que atuar a cada jogo com uma maturidade que deve ser passada pela comissão técnica. Porque todos nós muito bem sabemos como costumam acabar os oba-obas. A gente até faz… Mas que costuma dar uma merda daquelas, lá isso costuma.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.